Olá caros colegas de arquibanca!!!

Hoje o nosso papo é a respeito das duas estrelas douradas no nosso escudo, que representam os recordes mundiais olímpicos de Adhemar Ferreira da Silva. Mas afinal, quem é mesmo esse tal de Adhemar ?

O maior atleta olímpico brasileiro, nascido em São Paulo, bicampeão olímpico e recordista mundial de salto triplo. Filho de um ferroviário e de uma cozinheira, e treinava apenas duas ou três vezes por semana, só na hora do almoço, pois trabalhava e estudava duro. Adhemar começou a competir em 1947. Nesse ano, conversando com José Márcio Cato, da equipe de atletismo do São Paulo, ele gostou da sonoridade da palavra atleta e resolveu começar a praticar o esporte defendendo a camisa do São Paulo Futebol Clube.

Conquistou a primeira vitória aos vinte anos, logo após a estreia, quando alcançou a marca de 13,05m no salto triplo. Foi duas vezes recordista sul-americano em 1949 e 1950 e bateu pela primeira vez o recorde mundial no estádio do Fluminense em 1951.  Nas Olimpíadas de Helsinki, Finlândia (1952), conquistou a medalha de ouro ao bater o recorde olímpico e estabelecer duas novas marcas mundiais: 16,12m e 16,22m. Nos Jogos Pan-Americanos realizados no México (1955) obteve sua melhor marca: 16,56m, que permaneceu imbatível por cinco anos. Adhemar faleceu no ano de 2001, vitima de uma parada cardíaca.

Fica aqui a nossa singela homenagem a este grande homem, torcedor e atleta e a você caro torcedor São Paulino fica o exemplo e uma frase dita por Adhemar em uma entrevista:

Eu sou São Paulino e sempre dei o meu sangue pelo São Paulo Futebol Clube”.

Veja abaixo um vídeo muito legal feito pela equipe da SPFCTV sobre a relação desse grande atleta com o nosso amado clube brasileiro.