Olá meus caros colegas de arquibancada!

Na ultima quinta-feira (20), Aderllan Leandro de Jesus Santos, 28 anos, foi apresentado como jogador, vestindo a camisa 32 para atuar no seu lugar de oficio, a zaga, até então tudo normal era apenas mais um reforço que estava chegando, rapaz novo pouco conhecido pela torcida tricolor (pelo menos eu não o conhecia) e confesso a vocês que não dei tanta credibilidade ao fato até algo inusitado acontecer.

“Como assim o jogador chorou ao receber a camisa do clube, ainda mais do São Paulo que esta nessa situação, 17º colocado na tabela do brasileirão, tem coisa estranha ai”

Na verdade, não há nada estranho, e sim um sentimento, algo que é sempre bom ver, já que o futebol está cada vez mais desumano, e assim, faz com que nossos corações encha-se de felicidade em poder dizer:  “AGORA A CERTEZA DE UM REPRESENTANTE DENTRO DE CAMPO” Temos um torcedor atuando.

Para não dizer que apenas a emoção em sua apresentação me cativou, vou contar um pouco de sua história. Entre seus 5 anos de idade, o menino Aderllan começou a ouvir, mas não a assistir pois não tinha televisão em casa, achava o time do São Paulo de Telê Santana, Raí e companhia, muito empolgante e vitórioso, sendo assim se identificou e resolveu torcer para o o Tricolor. O Pernambuco recordou-se que as condições daquela época talvez nunca teria condições de ter uma camisa do clube, ou até mesmo de poder acompanhar o clube de pertinho naquela época, ou será que seu sonho de ser jogador seria realizado? Esses são alguns dos motivos os quais o fez derramar lagrimas de ter chego em um lugar que representa seu primeiro laço com o futebol , sabendo que o peso da nossa camisa, aquela mesma camisa que muitas vezes deixamos esquecida no armário, aquela mesma camisa que optamos por não irmos a algum evento a vestindo porque nosso time perdeu e não queremos ser zoados.

Infelizmente alguns esquecem da importância do escudo que carregamos no peito, e em forma de agradecimento Aderllan, trouxe a minha esperança de volta, o meu olho brilhar novamente ao saber que não é só o dinheiro que vai mover essa contratação, é sentimento, basta você jogar com sua coragem de defender o clube e assim será valorizado, hoje em dia não basta postar fotos e videos dizendo o quanto ama seu time e virar as costas.

No São Paulo Futebol Clube temos um grande problema, os jogadores que amam a camisa do clube não são valorizados como devem pela diretoria, mas eu posso te garantir que por nós torcedores você será valorizado e que estamos honrados em tê-lo em nosso clube. Como você disse na coletiva: Chegou a sua hora, o São Paulo esta precisando de você e você esta precisando do São Paulo então vamos juntos sair dessa situação.

 Boa sorte a você e a nós porque agora você carrega um pedacinho de cada coração são paulino em sua camisa!

Por: Ana Tavares

Foto: Mauricio Rummens