Sim, estamos na zona de rebaixamento, sim Rogério foi demitido,  sim jogadores foram vendido e a diretoria, quando alguém vai ir embora ou demitido?

Aponta culpado aqui, apontam culpado ali, e ontem (02) não poderia ser diferente do que estávamos vendo no decorrer desse campeonato, mais uma derrota.  Com 11 pontos o São Paulo Futebol Clube não obteve um sequência digna do seu nome, as mudança constante do time nos colocou a 6 jogos sem vencer, 4 derrotas sendo elas contra o Corinthians, Atlético-PR, Flamengo e Atlético-MG e 2 empates jogando contra Sport e Fluminense, somando  18 pontos em disputa.

De tantos culpados quando vai vir a solução? De tantos nomes citados ao decorrer desses dias, pelo menos um irá atrás de uma solução? O apontar-se dedos não resolve nada, não queremos um alguém com atitudes tipo a do Denis que não admitia um erro e hoje é o terceiro goleiro.  Falam tanto de profissionalismo, mas sabemos que quando existe mais amor do que conhecimento destaca-se pelo diferencial em sempre querer fazer o seu máximo por aquilo que esta destinado, sabemos que apenas agir com ética não é o bastante. 

“Nossa vitrine é mais atrativa” Vinícius Pinotti, diretor-executivo de futebol do São Paulo.

Vendas de jogadores como se fossemos o mercadão, ficar nessa de tirar um, contrata outro, insistência no que não resulta só causou dor de cabeça, pois não sabemos ainda no que todo esse dinheiro adquirido foi investido, e trará mais tristeza aos que estão envolvidos de verdade com o clube. Mais uma vez o time é novo e a torcida esperando resultado para ontem por falhas dos que já passaram, e o entrosamento? O time murcha sempre após o gol do adversário. 

O futebol é um esporte coletivo, por tanto o que não for feito em grupo trará efeitos ruins, a reação tem que vier por parte de todos, sendo assim, desde a diretoria, a comissão técnica e jogadores. Precisamos no momento de ideias que fiquem fixas no time, caso dê certo, para conquistar a confiança de todos novamente, e assim suplicar por vaga na libertadores ou título, caso contrario nossa unica briga será contra o Z-4. Se não há força de vontade coletiva, um muda aqui, dispensa ali e contrata outro técnico não há de resolver nada.

(Foto: Rubens Chiri / site oficial do SPFC)