(Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Ontem (28) a equipe chegou em Londrina com uma recepção calorosamente acolhedora, mostrando que a torcida são-paulina está presente em qualquer lugar do mundo, e que o maior feriado festivo do país não tirou o pensamento na Copa do Brasil. A decisão de hoje, no Estádio do Café, às 19h30, contra o PSTC, é mais um passo que deve ser encarado com grande motivação e confiança para finalizar, com êxito, um dos principais objetivos do ano.

O sistema ofensivo do São Paulo deverá ser a maior arma, com apoio de diferentes atletas. A igualdade e responsabilidade de todos é a essência para o desenvolvimento do que vem sendo a competitividade de mostrar trabalho a Rogério Ceni, sendo um ponto positivo para que o Tricolor Paulista em busca do que almeja. Já a defesa não poderá pecar, uma vez que o campeonato utiliza o sistema de mata a mata, e não podemos ceder a um empate, uma falha poderá desestabilizar o time.

O campeonato é a peça que falta no quebra cabeça, capaz de nos firmar perante os próximos anos e concluir que não há taça nesse Brasil que o São Paulo não vá atrás.

O time definido por Rogério Ceni foi:

  • Titular: Sidão; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Luiz Araújo, Pratto e Cueva
  • Banco: Denis, Lugano, Wellington, Chavez, Gilberto, Buffarini, Wellington Nem, Jucilei, Araruna, Lucas Fernandes e Breno