aaaaa

Salve, Nação do Maior do Mundo

No momento em que já estávamos nos acostumando com a ideia de sermos o São Paulo imbatível novamente, fomos surpreendidos com uma sequência de três jogos sem vitória. Ao nosso técnico, não faltarão amor e apoio, mas, como ele mesmo diz, tem de ser cobrado como todo treinador. Quanto ao M1TO, apenas acho que errou nas improvisações do último jogo, (o Buffarini NUNCA pode jogar na esquerda, não foi bem em nenhuma oportunidade em que jogou assim. Ademais, com o Jucilei como zagueiro, perdemos um volante que protegia a zaga e ainda sua boa saída de bola, destaca-se que tínhamos no banco Lugano e Lucão, zagueiros de ofício). Entendo que quanto mais improvisações maiores as chances de erro.

Não obstante, temos de acreditar no esquema de jogo proposto por Ceni, o qual rapidamente transformou aquele time sem alma de 2015 em um time competitivo. Além disso, todos sabemos que as contratações foram providenciais e fundamentais para a mudança, no entanto é notório que não podemos contar com desfalques e  nem rodar o time, porquanto possuímos um elenco ainda muito limitado, tanto técnico, quanto qualitativamente. Faz-se, portanto, fulcral a chegada de, no mínimo, mais um lateral esquerdo e um camisa 10 para jogar ao lado de Cueva e, principalmente, na ausência deste.

Quanto ao jogo contra o Botafogo de Ribeirão, ratifica-se de modo intenso o DESFALQUE, jogaremos sem Pratto, Cueva, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e possivelmente Cícero. É evidente que o elenco reduzido desgasta muito mais os atletas, os quais precisam, muitas vezes, jogar sem plenas condições para ajudar o grupo, podendo, assim, adquirirem complicações piores e desfalques de maiores períodos. Vale ainda ressaltar que o time está se apresentando muito exausto nos finais de jogos, sendo momentos em que estamos sofrendo vários gols. Aliás, que saudade do Carlinhos Neves (ex-preparador físico), Turíbio Leite (fisiologista) e Rosan (idealizador e fomentador do REFFIS do São Paulo, um grande fisioterapeuta), trio de ferro que nos ajudou a conquistar vários títulos. Para o jogo contra o Botafogo-SP, temos esperança no Wellington Nem, que tem entrado muito bem nos últimos jogo no Renan que brilhe em sua cidade natal e MORMENTE muitaaaaa esperança no Gilbertão da Massa (hahahaha).

Com tantos desfalques, nossa expectativa é que Cueva e Pratto levem cartão amarelo nos jogos de suas respectivas seleções e voltem para nos ajudar no Majestoso. Neste momento, o coração TRICOLOR está ávido para reverberar que no Morumbi, o Maior do mundo entra com a torcida em campo, assim, amigos, lotemos o Morumbi, visto que sabemos que “EL Morumbi Te Mata”.  E a nossa última lembrança foi da Cuev4dinha, no 4×1.

Saudações Tricolores