Quando um ex-goleiro, vitorioso assume o papel de técnico no clube. Um assunto tão atual, mais não exclusivo. Muito se engana, quem acha que o primeiro ex-goleiro a comandar o São Paulo é Rogério Ceni.

José Poy, argentino, nascido em 16 de abril e 1926, nos representou debaixo das traves nos anos 1950, arqueiro muito ágil e calmo, vestindo a camisa Tricolor, ajudou a conquistar os Campeonatos Paulistas de 1949, 1953 e 1957. Década tão importante e decisiva para a construção do Estádio do Morumbi, onde também ajudou vendendo títulos de cadeiras cativas, de porta em porta, para obter recursos para a obra.

Seu destaque no tricolor foi tão grande que, mesmo sendo argentino, chegou a ser cotado para integrar a seleção brasileira em 1954. Mas, a eventual naturalização acabou não dando certo.

Após a aposentadoria, o ex-goleiro assumiu por diversas vezes, nas décadas de 1960, 1970 e 1980, o comando do São Paulo. História que se repete com o atual comando do ex-goleiro Rogério Ceni. 

Entre 1963 e 1983, quando Poy assumiu a equipe, conquistou o campeonato paulista em 1975, foi vice-nacional em 1971 e 1973, vice da Libertadores em 1974 e vice paulista em 1982.

José Poy faleceu em 08 de fevereiro de 1996 e ainda hoje é lembrado com carinho por toda nação São Paulina.

Uma história que se repete e que tem tudo pra dar certo nas mãos de outro ex-jogador

Por Arquivo Histórico do São Paulo FC