A vitória épica de Cotia

32_drtwdsz

No domingo, muitos foram dormir a sorrir com as histórias de Chulapa, no programa “Resenha ESPN”, em contrapartida, ficaram bastante reflexivos com a declaração dele sobre a atual condição do São Paulo no Campeonato Brasileiro. “A torcida não merece essa realidade”, declarou ídolo, todos se compadecem do pesar expresso por ele. Assim, a avidez para a 31ª rodada só aumentava.  Após toda a ansiedade para o jogo, que aconteceu na segunda para aumentar a tensão, vivemos momentos inesquecíveis. Como o Clube da Fé, vimos que, mais uma vez, “A moeda caiu em pé”.

Passamos o dia afoitos, trabalhamos mal, a espera daquela noite em que poderíamos nos afastar um pouco do Z4 ou sermos cada vez mais empurrados para a beira, literalmente, do precipício. No Twitter, a torcida Tricolor esteve, durante todo o dia, ativa, a partilhar como o sentimento era comum entre os amantes do Maior clube do Brasil. Os grupos de Watssap ferveram com debates sobre quem seria boa opção para técnico, com as especulações quanto ao M1to. Teve de tudo, havia dos mais otimistas aos que têm a nuvem negra na cabeça, até promessa de nudez na paulista, caso o RG caísse, rolou nas redes sociais.

Momentos antes de começar o jogo postei brincando, como uma mulher de fé, que o resultado seria 2×1 para nós. E pasmem! Fá-lo-ei mais vezes!

Mas nem tudo foram flores, o primeiro tempo foi muito apertado, levamos um gol, com falha clara de nossos jogadores, seguida de falta do Dênis, desse modo, sofremos gol de pênalti. Poxa, nessa hora, fiquei extasiada, como há muito não ficava e, como criança, chorei ao perceber que aquele resultado nos deixaria a um ponto da zona do inferno e seríamos os próximos a figurar naquele lugar, caso não resolvêssemos JOGAR. Entre lágrimas e revoltas, sempre fico a pensar em como o Chavez veste a camisa 9, que foi e tinha de continuar sendo (minha opinião, podem julgar rsrsr) do FABULOSO.

Enfim, entre o choro e o desespero de ver o Mena errar muito, nem me lembrava do placar que chutara, apenas xingava muito o Ricardo Gomes e sua apatia.  No segundo tempo, voltamos com sede, mas a nossa situação apenas melhorou com a entrada do David Neres, o qual incendiou o jogo com passes providenciais, o mesmo Thiago Mendes que falhou no gol do Fluminense empatou a partida, dando-nos fôlego (após um jejum de 5 rodadas, tinha esquecido o quão incrível é gritar GOL); além disso, contamos com a ajuda do Pedro, como esse rapaz faz um pivô perfeito, nos dando esperança de um breve camisa 9 de verdade, porque nesta posição NÃO BASTA SOMENTE BRIGAR PELA BOLA! Logo depois, o nosso amado Rodrigo Caio, que está um gigante, muito maduro e líder, marca o gol da vitória, momento em que ressurgimos como Jason (rsrsrs).

Agora o choro já não era de tristeza nem os palavrões por revolta, mas sim porque “AQUI É SÃO PAULO, PORRA!!!!”.

Por conseguinte, é evidente que foi a nossa BASE, foi COTIA quem venceu o jogo ontem. A audácia de colocar os jovens para jogar já tinha de ter acontecido. Estamos a 4 pontos do Z4, e hoje as minhas redes sociais, repletas de TRICOLORES felizes, estavam cheias de piadinhas, com fundo de fé, sobre o G6. Não duvide, porque somos o Clube da Fé!!! (“Pode rir, mas não desacredita não”.) E eu acertei o placar, a má notícia: o RG continua.

Agora, dia 22, vamos encher nosso caldeirão “EL MORUMBI TE MATA”!!!!

Vamos empurrar pela fé nosso TRICOLOR que precisa ganhar os próximos jogos para seguir com a dignidade de sempre!

 

Saudações Tricolores