Pato teve no São Paulo uma de suas melhores fases, mas vale a pena arriscar: (Imagem:
Douglas Pingituro/AE)

Se algo se destacou, mesmo não tendo tanto destaque, nos últimos dias foi a possível sondagem ao Alexandre Pato. De acordo com o Lance!, o jogador anda conversando com seus colegas do tricolor e o elenco anda se organizando para pedir sua volta. Mas o que acarretaria a volta de Pato ao São Paulo?

De longe, e até para os menos observadores, Pato é um jogador de excelente qualidade, porém individualista e egocêntrico. Não podemos negar, ele fez muito pelo São Paulo durante sua passagem entre 2014 e 2015. Muito não quer dizer que foi espetacular, incrível, único e inesquecível. Muito quer dizer que naquele inverno tricolor, onde o time parecia jogar de calça jeans molhada, Pato foi uma de nossas peças fundamentais. 
Para se aparecer para empresários ou dirigentes, não importa, ele se esforçou enquanto estava em campo. Ele foi fundamental jogando pela ponta em 2015, chamou a responsabilidade diversas vezes para si, enquanto o time se mostrava indiferente ao cenário. Gostando ou não, ele é sim um jogador diferenciado (diferenciado ≠ craque), e se hoje estamos na Libertadores devemos parte a ele. 
Calleri está às vésperas de partir, e dificilmente conseguiremos alguém de peso para colocar em seu lugar. Talvez Pato fosse uma peça que encaixasse com êxito nesse buraco que irá se abrir. 
Porém, ao ver desta humilde colunista, a volta de Pato implica em questões muito mais delicadas, do que no futebol jogado. Primeiro: Pato é um jogador caro, não há discussão. As condições de seu pagamento e seu valor teriam que ser muito bem analisadas. O São Paulo não tem cacife para jogar fora. Talvez valha mais apenas pegar dois jogadores nota 7 e trabalhar, do que pegar um 9 e ter dor de cabeça.
Pato é estrela. Como citei no princípio, é um jogador egocêntrico e individualista. Não sei até que ponto vai esta “amizade” com o elenco atual e o seu pedido pelo jogador. Hoje temos um time unido e fechado, talvez um cara carimbado proporcione rixas desnecessárias para o nosso momento. 
Outro ponto desta “personalidade” de Alexandre Pato é que ele joga quando quer, infelizmente. Não faz nada sem enxergar o futuro, se lhe convém joga, se não é apático. Paciência (?). E novamente isso não seria interessante ao São Paulo.
O fato é que, assim como em sua primeira vinda, Alexandre Pato divide tanto opiniões no São Paulo, quanto Jesus na Terra. Uns encaram como o criador de milagres, outros como o progenitor de tragédias. 
A verdade é que ele é um jogador, bom e interessante, e que Patón, se o tiver em mãos, saberá usar e convencer a torcida. Assim como fez com Ganso e Michel Bastos.
+ Recado importante! Este sábado (11/06) acontecerá a 9ª Sangue Vermelho, Branco e Preto, onde toda a torcida tricolor se unirá para doar sangue em nome do São Paulo. Em São Paulo a campanha acontecerá na Pró-Sangue Clínicas. Lá estarei eu, junto às outras São Paulindas e toda a equipe do SPFC1935, esperando por vocês! Se não é de São Paulo não se preocupe, ela acontecerá também nos seguintes estados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima e Tocantins, além da cidade Taubaté (SP). Contamos com a presença de todos. Para saber mais acesse o site da campanha


++ Torcedora são paulina agora você também pode fazer parte do São Paulindas! Poste sua foto acompanhando o tricolor utilizando a #SouSaoPaulinda e apareça em nossa galeria! Ah, vale foto em casa, no estádio, no bar, com amigas, como você quiser. Não fique de fora.
Por: Ana Claudia Marioto
@aclaudiamarioto
@spfc1935