Amanhã (26) às 16h no Pacaembú o São Paulo enfrenta o Santos pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro e com uma ação inovadora, idealizada por uma agência de publicidade, jogadores e técnicos de ambos clubes chegarão juntos ao estádio.

O ônibus onde ambas delegações serão transportadas ao estádio será decorado com o escudo e com as cores dos dois times. A marca de cerveja Brahma fará a transmissão e cobertura de toda a ação em sua página no Facebook através de vídeos e fotos.  Os presidentes dos dois clubes até solicitaram que o clássico tivesse torcida visitante, mas o Ministério Público não acatou.

Reprodução /Créditos: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Reprodução /Créditos: Rubens Chiri/saopaulofc.net

A imposição de torcida única em clássicos pelo Ministério Público de São Paulo foi uma ação tomada após a morte de um senhor que passava por uma rua onde ocorria um confronto entre torcedores do Palmeiras e Corinthians poucas horas antes do início da partida pelo Campeonato Paulista de 2016.

Do começo desse ano até agora tivemos confronto de uma torcida organizada do São Paulo com a Polícia em uma partida da Copa São Paulo, no final da partida contra o Palmeiras pelo Campeonato Paulista, o confronto já mencionado que desencadeou a imposição do MP e no último Flamengo x Palmeiras o incidente com a torcida do Palmeiras que acabou afetando as famílias  que só queriam assistir o jogo e torcer pela vitória de seus times.

Me pergunto quando teremos alguma ação desse porte liderada pelas próprias torcidas organizadas dos clubes, quando teremos civilidade para que uma partida possa ter torcida mista nas arquibancadas sem que ninguém saia ferido ou tenha seu direito de torcer por quem quer que seja desrespeitado.

Sei que nós estamos bem longe disso acontecer, e quando coloco “nós” não quero dizer apenas os brasileiros, mas todos aqueles que gostam de futebol em qualquer parte do mundo, haja visto os útimos acontecimentos com hooligans na Eurocopa.

Infelizmente nos dias atuais estádios tornaram-se praças de guerra em clássicos, alguns integrantes de torcidas organizadas colocam em risco suas vidas e as daqueles que só querem curtir um momento de lazer e tudo isso por uma paixão cega e doentia. Torço muito para que mais ações como esta sejam tomadas pelo São Paulo e  também por outros clubes para que fique o exemplo de que a rivalidade sadia é aquela que fica somente dentro de campo durante os 90 minutos da partida. Para que não esqueçamos que fora do estádio torcemos apenas clubes rivais e que não, nós não somos inimigos!