Daqui a algumas horas, o São Paulo entrará em campo para a sua 18ª participação na Copa Libertadores da América. O primeiro desafio tricolor será contra o César Vallejo, clube peruano que debutará, esta noite, sua segunda passagem pela competição, tendo a primeira sido ocorrida em 2013, ano em que foram eliminados pelo Tolima logo na primeira fase. No mesmo ano, o São Paulo também participou da fase prévia da Taça Libertadores e passou de fase com 8 gols na caixa adversária. Relembre os dois jogos que nos classificaram para a fase de grupos:
Há pouco mais de três anos, no dia 23 de janeiro de 2013, o São Paulo recebeu o Bolívar no Morumbi e meteu uma goleada no jogo de ida da pré-Libertadores. O placar de 5 a 0 fez a torcida enxergar o time na fase de grupos e respirar aliviada ao final da partida. Quem anotou o primeiro gol (e foi uma pintura!) do Tricolor no time boliviano foi nosso ex-atacante Osvaldo, com um passe na medida de Jadson, aos 7 minutos do primeiro tempo. Pouco depois de ter cabeceado uma bola na trave, o atacante puxou a bola pro pé esquerdo na entrada da área do adversário e fez um golaço!
Osvaldo comemorando seu gol com Rogério Ceni
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
O segundo gol do São Paulo saiu de uma jogada entre Aloísio e Luis Fabiano. O camisa 19 recebeu um lançamento dentro da área, se livrou do defensor adversário, passou pra Luis Fabiano que, sem dó nem piedade, mandou a bola pro fundo do gol. Vinte minutos depois, o camisa 9 foi novamente responsável por ampliar o marcador e no rebote, fez o terceiro gol do São Paulo na partida. O penúltimo gol foi anotado pelo Jadson, que fez uma boa partida, já que também assistiu ao primeiro gol, marcado por Osvaldo. E pra fechar o passeio com chave de ouro, o maior jogador da história do São Paulo, nosso eterno goleiro-artilheiro, Rogério deixou seu gol também, de pênalti.
Foto: Eduardo Viana / lancenet
No segundo jogo, ocorrido no dia 30 de janeiro de 2013, o Tricolor abriu o placar fora de casa com apenas 2 minutos de bola rolando. Luis Fabiano foi oportunista e, de cabeça, colocou a bola no fundo do gol depois de um escanteio cobrado por Jadson. Ainda no primeiro tempo, Jadson aproveitou um erro do zagueiro do Bolívar e marcou o segundo gol, e 15 minutos depois Osvaldo voltou a balançar a rede, fazendo o terceiro do São Paulo no jogo. Porém, é válido lembrar que nessa época eramos comandados pelo Ney Fraco Franco e tinhamos peças como Paulo Miranda e Rhodolfo para a zaga, então um ‘clean sheet’, até mesmo contra um time sem expressão, seria quase impossível. E foi assim que de 3 a 0, nós conseguimos ser derrotados por 4 a 3 em La Paz. Mesmo com a derrota, classificamos para a fase de grupos com um placar agregado de 8 a 4.
Por: Nathalia Perez

Nos acompanhe, também, nas redes sociais:
Facebook/SPFC1935
Instagram: @spfc1935oficial