Desde o início desta temporada, o Tricolor ainda não fez nenhuma partida espetacular, daquelas em que os erros da zaga são praticamente nulos, os laterais não erram um cruzamento sequer, o meio de campo marca e arma jogadas com a mesma precisão e que os atacantes correm atrás da bola, perdem alguns gols, mas não nos deixam em desvantagem no placar.
Começamos o ano disputando aquele maldito Torneio de Verão de Manaus, no qual já pudemos ter uma pequena ideia do que estaria por vir, ideia esta que sumiu ao longo do Campeonato Paulista com todas as vitórias do São Paulo em cima de times pequenos. A questão é que os jogos do Paulistão em que saímos vitoriosos serviram apenas para mascarar o péssimo elenco que está por trás dos grandes nomes que temos no time, e nos retornar a esperança de que poderíamos ganhar jogos em fase mata-mata. Doce ilusão.
Ontem, 17, a equipe são-paulina foi até Campinas para enfrentar a Ponte Preta. Quer dizer, a equipe toda (exceto dois desfalques) viajou, mas só um jogador enfrentou, de fato, a Macaca: Rogério Ceni. Diante de um Moisés Lucarelli literalmente vazio, no qual o barulho de cada chute e cada espalmada ecoava nas arquibancadas, o São Paulo teve a chance de buscar uma vitória em um jogo fora de casa, sem a pressão da torcida adversária. Teve a chance, mas a desperdiçou. 
Assim como o PH Ganso desde que chegou ao São Paulo, nosso time faz uma partida relativamente boa, enche a torcida de confiança e entusiasmo, para depois jogar fora a vontade de ganhar e fazer mais 10 partidas péssimas. E é nesse ponto que o Ganso representa o Tricolor este ano. Em um jogo ele assiste um gol, no outro ele assiste as jogadas do time adversário, assim como o time do São Paulo como um todo. 
Foto: Reinaldo Canato/UOL
Enquanto aguardamos a boa vontade da diretoria de contratar um técnico e trazer reforços decentes, teremos que continuar lidando com a irregularidade constante do elenco do time diante dos nossos olhos. Só espero que essa inconstância não nos custe caro no final do ano, porque, diante do cenário medonho em que o São Paulo se encontra, não vai ser nada fácil reverter a situação.

Sigam no Twitter: @nathaliaperez e @SPFC1935