Quem nunca se deparou com a afirmativa: “Nossa, você se parece tanto com uma pessoa que eu conheço…”? Por inúmeras vezes ou em algum momento da vida ,vamos encontrar pessoas que se parecem fisicamente com a gente. Mas e quando essa semelhança foge totalmente do anonimato? Pois é, no mundo da bola essa situação é bastante frequente.
Separados pelo nascimento, sósias do Raí e Denílson fizeram da semelhança com seus ídolos, uma forma de buscar o bem e ajudar ao próximo.
Acompanhe a entrevista que realizei com Marcelo Sousa, sósia do jogador Raí e fundador do projeto “Sósias do Bem”.
Desde quando você se descobriu sósia do Raí?
Marcelo Sousa:
Mais ou menos 16 anos amigos e anônimos sempre falaram que pareço muito com o jogador.
 
Você é São paulino? Qual é a sua ligação com o clube?
Marcelo Sousa:
Na verdade não sou São paulino e não torço para nenhum time. A ligação que tenho com o clube somente pelo  carinho que adquiri conhecendo um pouco da historia do São Paulo onde pesquisei por causa do Raí.

 
Aonde você conheceu os outros sósias de jogadores?
Marcelo Sousa:
Eu trabalho no feirão da caixa como sósia e foi lá que conheci o sósia do Ronaldinho Gaúcho. Ele me convidou para outros eventos de sósias e assim foi indo… Conheci outros sósias, como do Felipão, Denílson, Kaká, Neymar, Romário entre outros.
Em algum momento você pensou em se tornar jogador de futebol, assim como o Raí e grandes ídolos do futebol?
Marcelo Sousa: a verdade não admiro muito o futebol mas confesso que o meu esporte predileto é o vídeo game.
 
Já houve algum fato curioso ou engraçado devido a semelhança com o jogador?
Marcelo Sousa:
Tenho muitas histórias. Já dei autografo, sou abordado para tirar fotos. Na época em que o Raí fazia o comercial da Nutella, eu estava no mercado, ao lado do pôster dele, quando de repente, uma mulher me abordou e disse o quanto gosta do meu futebol. A primeira vez em que fui na fundação Gol de letra, ao entrar, os funcionários de lá  me trataram como se fosse o próprio e de longe via as crianças da fundação correndo em minha direção gritando “o Raí chegou”. Foi um dia muito bom, e até hoje tenho amizade com todos da fundação.

De onde surgiu a ideia de realizar o evento beneficente com os outros sósias?
Marcelo Sousa:
Foi logo que eu entrei para os sósias. O projeto já estava em andamento. Já tem quase dois anos que estou junto com os sósias. A ideia inicial de juntar um time de sósias veio do Denílson (sósia) e estou à frente do projeto com ele  atrás de doações e patrocínios.

Em que período é realizada a campanha e como os doadores podem participar?
Marcelo Sousa
: Sempre em datas comemorativas como dia das crianças, natal, etc… Mas não há períodos específicos. Algumas ONGs, casa de repouso, comunidades e famílias nos procuram pedindo a ajuda, e, é à partir daí que começa o processo de correr atrás de parceiros, que cedem o campo para os jogos, e contamos com alguns artistas que sempre ajudam, fazendo parte do time. Para quem quiser ajudar em doações, estamos sempre atualizando na nossa página no Facebook com maiores informações do evento e de como participar.

Confira mais informações do projeto “Sósias do Bem” acessando: https://www.facebook.com/pages/Sósias-do-Bem/
Por: Mariana Telhada

Twitter: @telhadinha  Instagram: @maritelhadinha