Alexandre Giesbrecht: Nasceu em 1976 em São Paulo, o que o torna paulista, paulistano e são-paulino. São-paulino de berço, porque seu pai, seu avô e seu bisavô eram são-paulinos, assim como seu filho hoje também é. O primeiro jogo no Morumbi de que se lembra foi o de volta das finais do Campeonato Paulista de 1989, o empate sem gols com o São José que nos valeu o título. Por ser a primeira vez que viu um título ao vivo, essa partida já se qualificaria como inesquecível, mas, mais do que ela, foi o título da Supercopa Libertadores de 1993, um jogaço contra o Flamengo, decidido apenas nos pênaltis. Infelizmente, não conseguiu estar presente em nenhum título da Libertadores, embora tenha ido a uma final, a fatídica de 1994.

Conheça mais sobre seus livros:

Quando e por que surgiu a ideia de fazer livro sobre o São Paulo?
O primeiro livro, sobre o Brasileiro de 1977, veio da “necessidade” de conhecer mais sobre aquele título. Tudo o que eu sempre lia referia-se apenas à final e, no máximo, às semifinais, contra o Operário, ou ao jogo contra o Internacional, ainda pela segunda fase. Mas como o São Paulo chegara até ali? Por que o jogo contra o Internacional representava uma “virada”, se tinha sido tão cedo? Como eu não tinha essas respostas, fui atrás. Pesquisei sobre o assunto e consultei inúmeros jornais da época, o que acabou virando uma matéria publicada no site da revista Placar, quando o título completou trinta anos, em março de 2008. Mais tarde, descobri como era fácil publicar livros sem precisar de editora, e o texto sobre 1977 pareceu-me um bom “embrião”. Aprofundei ainda mais a pesquisa, estendendo-a a outros jornais, até chegar a um tamanho satisfatório. Diagramei o livro e passei a vendê-lo em meu site(http://www.jogosdosaopaulo.com.br). Como a empreitada deu certo, acabei partindo para o segundo livro, sobre a Libertadores de 1992. Mais tarde, optei por transformar um texto que publiquei sobre a conquista da Copa Sul-Americana de 2012 em um livro digital.
Qual é o livro mais importante pra você?
Eu tenho um carinho especial pelo de 1977, mas o de 1992 ficou ainda mais extenso. Considero-o o documento mais completo a respeito do título que abriu nossas portas para o Exterior.

Conte um pouco mais sobre os seus livros.
Eu escrevo por diversão, então acredito que tenha conseguido expressar esse sentimento nos livros. Eles foram bem recebidos por quem os leu, o que é muito gratificante. Tentei contar as histórias completas, com todos os detalhes que eu encontrasse em minhas pesquisas, além de colocar as melhores declarações dadas por jogadores, comissão técnica e dirigentes na época e, em alguns casos, mais recentemente.

Os dois livros impressos podem ser adquiridos em JogosDoSaoPaulo.com.br. O do Brasileiro de 1977 custa R$ 29,90, e o da Libertadores de 1992, R$ 39,90. Eles também estão disponíveis na loja Kindle, da Amazon. Já o da Copa Sul-Americana pode ser baixado gratuitamente em http://ge.tt/7vLc7gT/v/5ou adquirido por R$ 1,99 na loja Kindle, da Amazon.
Para mais informações siga: @jogosspfc
Por: Bianca Lamattina
@spfc1935 @bialamattina