Desde a sua fundação, em 1930, o manto Tricolor é uma das peças que não pode faltar no guarda-roupa do torcedor são-paulino. Pode-se dizer que é a segunda pele de muitos apaixonados pelo tricolor paulista.
Carregamos no peito o escudo de cinco pontas, que foi desenhado pelo alemão, Walter Ostrich, que era simpatizante pelo clube logo na sua fundação. As cores vermelho, branco e preto se mesclam e enriquecem as entrelinhas do escudo. (Se você quiser saber um pouco mais da história do escudo e uniforme do SPFC clique aqui!)
Por fim, hoje eu vou apresentar para você as estrelas do São Paulo FC. Aquelas que ficam na parte superior do distintivo Tricolor. O que a maioria não sabe é que cada uma delas tem um significado importantíssimo na história do clube.
Ao centro do escudo temos as três estrelas vermelhas, que remetem às três conquistas do Mundial Interclubes dos anos de 1992, 1993 e 2005.
Já as amarelas, que estão deslocadas nas pontas do escudo, representam os recordes mundiais em salto triplo do atleta e primeiro bicampeão olímpico brasileiro, Adhemar Ferreira da Silva. O São Paulo FC foi o primeiro clube que Adhemar defendeu em salto triplo.

Adhemar conquistou os Jogos Olímpicos de Helsinque em 1952 e Melboune em 1956, em ambos o atleta foi medalha de ouro no salto triplo.
Por: Mariana Telhada
Twitter: @telhadinha  Instagram: @maritelhadinha