Yokohama, Japão, 18 de dezembro de 2005. Dia perfeito, no lugar propicio para arrancar sorrisos, um gol, uma vitória e conquistar o mundo. Aquele dia foi especial, foi o grito final de um ano que trouxe muitas conquistas, como o campeonato Paulista e a Copa Libertadores, mas só faltava um único campeonato, que faria o mundo vermelho, branco e preto.

Há exatos 9 anos, o São Paulo se consagrava TRI Campeão Mundial! 

Depois de longos 12 anos de espera, onde tivemos uma geração vitoriosa, desde Bi Campeão Paulista (1991/92), Campeão Brasileiro em (1991), Bi Campeão da América (1992/93) e o inesquecível Bi Campeonato Mundial (1992/93). Além do triste final da libertadores de 1994, onde fomos injustiçados, com um lance óbvio de mão na bola, em pleno Morumbi. Tivemos títulos da Recopa Sul-Americana, Copa Conmebol e Super Copa da Libertadores, Copa dos Campeões e etc…
A Taça Libertadores que virou paixão para os São Paulinos, passou longe do Morumbi e foram assim, 10 anos sem disputa-la. Mas queria o destino que o São Paulo se fortalecesse e montasse um time melhor para 2005, um time que começou ganhando o Paulista e foi se encaminhando para a conquista da Copa Libertadores da América, desde a estreia contra o The Strongest (BOL) e jogos contra o Quilmes (ARG) e Univesidad do Chile (CHI) na 1ª Fase. O rival Palmeiras, nas quartas de final e o Tigres (MEX) em um jogo histórico, onde o M1TO fez 2 gols e ainda perdeu um pênalti na vitória por 4×0 no Morumbi.

Finalmente estávamos na semifinal e em um jogo contra o River Plate (ARG) vencemos as duas partidas. A final contra o desacreditado Atlético-PR, com o 1º jogo no Beira Rio, empatamos por 1×1 (com gol do Aloísio Chulapa para o Atlético, que mais tarde jogaria o Mundial a nosso favor, e Durval (contra). No Morumbi um atropelo: 4×0! Taça, festa e comemoração.

Agosto, setembro, outubro, novembro, longos e intermináveis meses e finalmente dezembro! Até que, o jogo contra Al Itthad (equipe Árabe), em um novo formato de Mundial e mais um vitória com direito a gol do M1TO e a consagração de um marco: 1º goleiro a marcar em um Mundial.

E assim, há exatos 9 anos atrás, no dia 18 de dezembro de 2005 em Yokohama, Japão, uma final contra o imbatível (não para o São Paulo) Liverpool.
Mineiro garantiu o 1 e Rogério garantiu 0! Não foi fácil, mas essa história fica na memória de qualquer São Paulino.

Que a comemoração do TRI Mundial, após 9 anos, seja a mesma do ano que vem. 9 anos esperamos e em 2015 estamos novamente disputando a Copa Libertadores.


Por: Carol Sbrici
Agradecimentos: Lucas Scarabotto