Como a grande maioria dos torcedores(as) já sabem, todos os anos são realizados diversos concursos de beleza, onde torcedoras fanáticas pelos seus clubes do coração tem a oportunidade de se candidatar e mostrar que além de belas, entendem e demonstram um amor muito grande para o seu time de futebol.
Esse ano foi a vez da São Paulinda Hollympia Fortunato ter a honra de ganhar a faixa de Musa da Torcida do São Paulo FC.
Conheça um pouco mais da nova Musa da Torcida Tricolor 2014, na entrevista exclusiva que realizei com a Hollympia.
 Quando começou sua história com o São Paulo FC?
Hollympia – Eu morava em Alagoas. Lá, todos da minha família eram flamenguistas e, até então, eu não podia assumir meu amor pelo São Paulo, porque seria a ovelha negra da família. Quando cheguei em SP foi que comecei a mostrar o meu amor pelo clube e a ter mais contato com o nosso Tricolor. A partir da mudança comecei a exercer meu livre arbítrio e a respirar esse clube maravilhoso. Desde então são jogos e mais jogos, idas incansáveis ao Morumbi para apoiar o time sempre.
O que o São Paulo FC significa pra você?
 Hollympia – É amor não tem outra explicação, é um sentimento que cresce a cada minuto, sou torcedora sim, apoio sempre o meu time, tem os momentos bons, mais também tem os ruins, choro, sofro, grito até o fim. É como se fosse um casamento, na alegria na tristeza, na vitória na derrota até que a morte nos separe. Uns acham que futebol é loucura, eu já prefiro chamar de amor o que eu sinto, é uma coisa que pulsa mais forte que a minha própria vida, que me desconcerta, às vezes até penso em larga, mas ai paro e analiso que por mais que existam erros, são as alegrias já vividas, os títulos que já foram comemorados e os que ainda vão ser conquistados, é o que me une cada vez mais ao meu Tricolor . Todos querem viver a alegria de um dia gritar: É CAMPEÃO, eu já tive isso inúmeras vezes e tenho certeza que irei gritar cada vez mais. É por isso que eu não largo essa paixão esse AMOR chamado SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE.

Você costuma frequentar estádios?

 Hollympia – Sim, Morumbi é minha segunda casa, muitos falam da minha loucura pelo SÃO PAULO, mas poucos entendem a minha paixão, acham que futebol e estádios é para homem, mais LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER e o meu é dentro do estádio apoiando o meu São Paulo em todos os momentos.

 

 Como é a sua relação com a torcida?
 Hollympia – No começo eu tinha muito medo em relação à “o que a torcida iria achar da Hollympia?” Querendo ou não sempre tem aquele preconceito, aquelas frases: Só quer mostrar o corpo em cima do clube, só que se aparecer, essa é uma Maria chuteira e diversas outras coisas, esse era o meu maior medo, porque na realidade eu queria que eles entendessem que eu faço parte deles, que eu sou torcedora igual a eles, que eu amo o SÃO PAULO e a única coisa que eu queria e representar o meu time de alguma maneira, dai comecei aos poucos ganhando a confiança deles, hoje eu sou a pessoa mais feliz em poder representa-los, pois eu tenho todos ao meu lado, sempre recebo mensagens dizendo: “Holly boa sorte, Estamos bem representados, na realidade é uma troca eu os represento e eles agradecem das melhores formas”. Tive o prazer de conversar com alguns lideres da Organizada, e conhecer mais da Torcida e isto esta sendo incrível. 
O que levou você a se candidatar para Musa da Torcida do SPFC?
 Hollympia – Na verdade já tem um tempo que eu busco esses concursos. Sempre achei possível ganhar um título assim. Ano passado participei de um concurso para ser musa de uma página com mais de 107 mil curtidas. Eles promoviam um concurso anual para eleger a musa da página deles, que era voltada para a torcida são-paulina. Participei. Cheguei à final, mas algumas adversidades injustas na conduta da outra candidata para ganhar likes (era assim que eles escolhiam), me fizeram desistir. Nesse meio tempo, ainda participando do concurso, eu fiz meu primeiro book tricolor. Tempos depois tentei participar do concurso da Rede Globo, mas nesse não passei, infelizmente. Com essa sequência de concursos e com todo mundo sabendo o quanto sou fanática, amigos me aconselhavam a permanecer tentando. Esse ano eu tentaria novamente o da Globo, mas não aconteceu o concurso. No lugar, a Best Assessoria assumiu o concurso para este ano. Entrei, participei e, graças a Deus, ganhei e hoje sou a Musa da Torcida do SPFC 2014.

De todas as etapas do concurso, qual foi a mais difícil?

 Hollympia – Acho que vai dificultando mesmo quando você vai chegando mais perto da final. As meninas são lindas, e durante o concurso você vai conhecendo e se apegando a muitas. Apesar de parecer clichê, todas passam realmente a merecer na nossa cabeça, ainda que cada um tenha um pontinho de desejo pessoal maior em ganhar. Você começa a conhecer a história de cada uma, as vontades de cada uma. Ao passo que o concurso vai terminando, a gente imagina que os jurados também tenham outras preferências, até porque são todas lindas! E aí é difícil, porque toda a confiança que você tem é um pouco abalada por conta disso. Mais o amor que eu tinha pelo SÃO PAULO e me fazia forte e ter a certeza que esse titulo era meu. 
Quais foram os maiores desafios e aprendizados durante o processo?
 Hollympia – O desafio, que não deixa de ser um aprendizado, eu destacaria a manutenção da sua confiança em si própria. Porque como eu disse, chegando a reta final a gente acaba se apegando à outras meninas e aí com as histórias, as vontades, a partir de você começar a conhecer mais um pouco de cada uma, você começa realmente a entender que as outras também merecem. E a sua beleza também é desafiada. Mil coisas passam na sua cabeça. Aí você precisa trabalhar essa confiança. Algo que eu consegui, graças à Deus. 
Como foi pra você, ser escolhida como Musa da Torcida são paulina? 
Hollympia – Foi lindo. Emocionante! Acho que é a consagração mais bonita que uma torcedora pode ter. Você passa a vida amando um clube e de repente, de alguma forma, uma forma simples, ele te presenteia com um título assim. Pode parecer bobagem, mas é um reconhecimento que eu prezo muito e busco há muito tempo.

O que você tem a dizer para as torcedoras que sonham em um dia ser Musa do SPFC?
 
Hollympia – Eu diria que sonho é sonho e sempre pode ser realizado, dependendo das suas ações. Por menor, simples, grande, difícil, enfim… por mais que possa parecer que você não vai conseguir, o primeiro passo é você acreditar que sim. Você precisa trabalhar seu sonho. Se quiser algo, faça por acontecer. Muitas pessoas vão tentar te desviar, te fazer desistir. Mas é seu sonho. É você quem sabe o que essa vontade representa quando você deita a cabeça no travesseiro para dormir. Você é capaz de fazer tudo o possível, obviamente de maneira corre e digna, para alcançar o seu objetivo e realizar seu sonho. Um ano atrás eu ganhei alguns. NÃO, Poderia ter desistido, mas o amor pelo São Paulo e a minha vontade de representar me mantiveram firme para esperar, me preparar, ter paciência e ser consagrada com a vitória.

Deixe um recado para os torcedores? 

Hollympia – Torcida linda: estamos há poucas rodadas de ver o fim da carreira de um dos jogadores, se não o mais importante da história do nosso clube amado. Vamos transformar esses últimos jogos nos mais importantes e marcantes da vida do Mito. O Rogério merece. Continuemos com os gritos de “não para”, quem sabe ele não se sente tocado, ao menos, para jogar a Libertadores? Rs… e vamos acreditar: as chances são mínimas, mas ainda podemos conquistar o título do Brasileirão, matematicamente falando. Somos o 12o jogador, nossa força das arquibancadas podem mover os nossos heróis dentro de campo. Acreditar sempre galera! E fazer a nossa parte… Esse é o meu recado!
Um beijo da musa que fará de tudo para representa-los muito bem.
Por: Mariana Telhada
Twitter: @telhadinha  – instagram: @maritelhadinha