Comemoração do 123º gol feito com marcadores

Uma são-paulina natural de Minas Gerais se propôs um desafio: irá desenhar um Rogério Ceni por dia até o final de sua carreira. Isto significa que a ilustradora Eveline Jorge terá que produzir cerca de 50 ilustrações do goleiro-capitão-artilheiro do Tricolor até o final deste ano.

A garota tem 28 anos e dedica-se ao desenho e ilustrações em tempo integral, para ser mais exata, se arrisca com as canetas desde muito criança. “Eu desenho desde antes de aprender a falar. Minha mãe dizia que ajudava a me deixar quieta!”, conta. Eveline (que fez parte da equipe de ilustradores do SPFC1935 em 2012) já teve a oportunidade de encontrar o M1TO e entregar seus desenhos a ele, mas essa nova iniciativa a motiva ainda
mais, por se tratar de uma meta tão desafiadora. “Eu quero muito
terminá-los! Quando falei da ideia para uma amiga, ela se espantou e
disse que era muito desenho e que eu iria pirar. Dezembro é uma época
muito puxada em que faço muitos desenhos, será uma maratona, dormirei
pouco, acredito que muitos dos desenhos sairão horríveis (risos). Peço
apoio dos Tricolores não só pelo time, mas para que eu consiga fazer até
o último desenho! Se o Rogério ficar mais um ano no clube, manterei
minha promessa e farei mais desenhos até o dia que ele disser ‘parei!’”,
diz a ilustradora.

Eveline entrega um de seus desenhos para Rogério, na saída do treino

Para homenagear o ídolo do São Paulo em seus traços, Eveline usa de tudo, até mesmo café. “Já derramei sem querer e acabei usando pincel e ficou meio sépia, hahahaha”. Para ela, a lei é não se limitar e se divertir, utilizando todo material artístico que estiver próximo, como marcadores, pincéis, lápis, tintas guaches, escovas de dente, esponjas e etc. O tempo dedicado para cada desenho varia muito, mas a artista tenta finalizar em cerca de 30 minutos ou não ultrapassar uma hora, afinal, são apenas sketches, feitos de forma bem rápida, sem caprichar muito na finalização. 

Ceni feito com guache

Na hora de selecionar a imagem que ganhará seu toque, a ilustradora escolhe fotos em que Rogério esteja o mais natural possível, sem posar para as fotos, como por exemplo, cenas de jogos, comemorações, broncas que ele dá na defesa, além é claro de títulos e gols. Prefere pintar à noite, quando procura relaxar, desenhando e escutando o bom e velho rock, soul, e músicas alternativas, inclusive aquelas ouvidas pelo próprio Rogério. “Já ouvi uma música feita pelo Rhato ZL, que é um tributo ao Rogério e a letra é demais e inspiradora”, afirmou Eveline. (clique aqui para ouvir a música)

A ilustradora afirma que sua vontade é que o M1TO possa ver seus desenhos, nem que seja pela internet, afinal, ela fez esse trabalho pensando nele com muito carinho. “Sabemos da importância do Rogério para o São Paulo e para a história do nosso futebol. Não dá pra acreditar que vai acabar. Sei que vai deixar um legado incrível, mas essa é minha forma de me despedir dele aos poucos e também de fazer uma humilde homenagem de fã”.

E como fã do goleiro, assim como todos nós, Eveline guarda na memória seus momentos inesquecíveis protagonizados por Rogério, seja na torcida em casa ou na arquibancada. Pela TV, ela destaca o 100º gol contra o Corinthians e o confronto contra o Universidad Católica, no Chile, pela Sul-americana de 2013. “Nesse jogo, Rogério mostrou que é um monstro, foi um mito no Chile! Foi o melhor jogo dele e aconteceu bem no ano do ‘fico’”, comentou. No estádio, ela relembra um clássico contra o Santos, em 2010. “O Neymar estava endiabrado, chegou a empatar um jogo que estávamos ganhando. O Rogério fechou o gol e Jean fez nos segundos finais da partida, garantindo a vitória! O Mito foi até a torcida e nos agradeceu o apoio, foi uma loucura!”.
 

O M1TO no Chile com canetas e guache
Cor da raça feito com guache e nanquim

Para substituir o maior ídolo da história do clube, Eveline confia em Denis, mas também analisa outras opções. “O Denis Wolverine merece uma chance, sim. Vai ser duro para ele, pois será eternamente comparado ao Ceni, ficamos mal acostumados e terá muita cobrança em cima dele. Mas eu teria um plano B chamado Diego Cavallieri. Tem perfil, é um cara na dele, faz um bom trabalho. Não sei como está em relação a lesões, mas fora o Rogério, para mim, ele é o melhor atualmente”, declara.

Já que o fim da “era Ceni” se aproxima, a ilustradora nos dá a chance de vivenciar este adeus de forma diferente, alegre e com arte, relembrando cada momento importante que fez com que um simples goleiro se tornasse um M1TO para a história do futebol mundial. Fica aqui nosso agradecimento por traçar tão lindamente cada um desses registros da carreira de nosso ídolo, Eveline!

Conheça mais sobre o trabalho de Eveline em seu Instagram (@eveline_jorge) e no site www.behance.net/ejorge

Imagens de acervo de Eveline Jorge. 
Sigam-nos no twitter: @robertanina e @spfc1935