O terceiro maior estádio do Brasil e sede do São Paulo Futebol Clube tem a capacidade de comportar 66.795 pessoas. Além de ser palco de jogos pelo campeonato nacional e shows internacionais, que reúnem milhares de torcedores e amantes do futebol brasileiro.

O sonho de construir um estádio só se concretizou graças a um dos maiores torcedores são-paulinos da época, Cícero Pompeu de Toledo que nasceu em 07 de Janeiro de 1910, na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo.

Vindo de família humilde, Cícero trabalhou durante anos como escrivão público em uma loja de imóveis. Após o expediente ele costumava se dedicar à família e aos filhos, sem esquecer, da sua maior paixão que na época chamava-se São Paulo da Floresta.

Freqüentava a maioria dos jogos que o São Paulo atuava e, não satisfeito em ocupar apenas a função de torcedor, Cícero Pompeu de Toledo era bastante interessado nas aquisições e evoluções do time e passou a colaborar com as atividades do clube.

Ingressou no São Paulo em 1939 e de 1944 a 1946 atuou como Secretário da Diretoria. Por ser muito inclinado ao esporte e possuir grande paixão pelo clube, Cícero Pompeu de Toledo foi convidado a assumir a presidência em 1947, onde foi reeleito por diversas vezes.

Foi ele quem deu o passo inicial do projeto de construção de um estádio para o seu time do coração, que teve como orçamento inicial de 150 milhões de cruzeiros, que hoje é equivalente a aproximadamente um milhão e meio de reais.

“Se Não posso servi-lo quanto devo, quero ao menos amá-lo quanto posso” – disse, Cícero Pompeu de Toledo, pouco tempo antes de seu falecimento.

O dinheiro utilizado para a construção foi arrecadado graças à venda de cadeiras cativas e títulos patrimoniais, vendidos aos associados do clube e simpatizantes. Com a carteira de negociação e arrecadação de valores, foram arrecadados milhões de cruzeiros que alavancaram as obras do estádio.
Durante a construção do Monumento Tricolor, Cícero Pompeu de Toledo teve de afastar do clube por motivo de saúde e na época quem tomou à frente e deu continuidade nas obras foi então o vice-presidente Laudo Natel.
Mesmo lutando contra a doença, Pompeu de Toledo faleceu em 8 de Setembro de 1959 e após seu falecimento o ex-governador de São Paulo, Laudo Natel, assumiu a presidência do clube.
O estádio foi inaugurado em 2 de Outubro de 1960. Estavam presentes na inauguração a viúva Alba Pompeu de Toledo e seus filhos, que receberam as honras com o busto em nome de Cícero Pompeu de Toledo.

Esta foi a forma que o São Paulo FC encontrou de homenagear um dos maiores presidentes do clube, mantendo-o vivo dentro do coração de cada torcedor são-paulino e eternizado no esporte brasileiro.

Por: Mariana Telhada
@telhadinha

Crédito Fotográfico: imagem de divulgação/saopaulofc.net.