Em um jogo ridicularizado, São Paulo x Bragantino se enfrentaram ontem (13) pela Copa do Brasil. Em consequência do resultado final da partida, tivemos: uma eliminação, muitas críticas, revolta por parte dos torcedores e a vaga para a Sul-Americana.

(Foto: Divulgação)

E assim, na quarta-feira fria da capital, em pleno o Morumbi,  pôde-se observar que um time que precisava apenas do resultado de 1×0 para se classificar, mas que simplesmente, surpreendeu negativamente os torcedores, logo depois de conseguirem o que era preciso.  O 1×0 veio logo aos 7 minutos, mas depois, quem viu o São Paulo jogar? Um time apático, sem vontade de atacar e muitos erros na área defensiva.  E a noite se baseava em mais uma eliminação, literalmente fria e 3 gols do time adversário.

E a culpa, jogamos pra quem? Para o técnico? Para os jogadores? Para a diretoria? É infeliz afirmar,  mas a culpa é de todos esses que citei. O que faz essa bola de neve ser cada vez maior e a vergonha também.

Já sabemos que é muito coisa envolvida no futebol, tanto falando de salários de jogadores, dirigentes e treinadores, como falando de renda de jogos, patrocínios e eventos do Clube.  Exatamente ai, entra minha ideia sobre a eventual estratégia para conseguir uma vaga na Sul-Americana.

O por quê se dá principalmente por dois fatos:  1 – A competição é internacional e 2 –  jogos que atraem muito mais o público, consequentemente renda.
Além de que a Sul-Americana, se sairmos campeões, com uma analise bem fria, dá ao São Paulo mais chances. São ela a chances de entrar nas oitavas da Sul-Americana do ano seguinte, disputa a Recopa, disputar um torneio no japão e uma vaga para a pré Libertadores.

Sim, nós sabemos faz tempo e a diretoria também, que São Paulino adora lotar estádio em competições internacionais.  Jogos da Libertadores dos anos passados está ai para comprovar.  Sempre palco de um Morumbi lotado, mesmo  em dia de semana e o tempo frio.  Sem contar a procura por ingressos, muitas vezes difíceis serem comprados pelo fato de grande público.  O que não foi diferente na Sul-Americana em 2012, com o São Paulo se consagrando Campeão.  Ai, então, se explica os motivos: Não é mais interessante para o clube, lotar o estádio com jogos contra times internacionais e disputando a “chance de se ter mais chances”? É quase algo muito provável  na minha opinião.

Além de lutar por um titulo internacional, se ganhar, o torcedor fica feliz e esquece de todos os outros problemas que passamos nesses últimos anos. (ou sofrer ainda mais com derrotas futuras e críticas). -Vocês sabem que no futebol tudo é possível!

Fico assim, dividida entre torcedora esperançosa e preocupada, sem motivação para acreditar nessa atual equipe com nomes “de peso” mas de resultados negativos.

E então dizendo “olá” para a Sul Americana, e com um time aparentemente sem vontade de ser campeão e desanimador, finalizo esse texto muito preocupada com o futuro do São Paulo.

Que fase! Antes eu torcia, hoje eu rezo pra ter esperanças.

por: Carolina Sbrici 
@carolisbrici