Não é novidade para ninguém que a presença das mulheres nos estádios do Brasil vem crescendo consideravelmente e com a torcida do São Paulo não deixa de ser diferente. No final 2012, a Pluri Consultoria fez uma pesquisa sobre as torcidas femininas no Brasil. O São Paulo possuía, até a data da pesquisa, 6,95 milhões de torcedoras, o que equivale a 7,1% do total de torcedoras brasileiras e 43% da torcida total do São Paulo.

É um número elevado e que se levássemos em conta apenas o número de torcedoras do São Paulo, teríamos a sexta maior torcida do Brasil, ficando a frente de Grêmio, Cruzeiro, Internacional, Santos e Atlético Mineiro (essas no Top 10 das torcidas brasileiras)*.

Ieda Beatriz, ex-colunista do São Paulindas, fará parte da exposição.

Com o assunto em voga, o Centro Cultural São Paulo recebe neste sábado (17), a partir das 16h, a exposição “As Donas da Bola”, que reúnem 121 imagens feitas por 11 fotógrafas que mostram a relação da mulher com o futebol nos dias de hoje.

Entre os diversos cliques, destacam-se cenas inusitadas, como freiras cobertas com hábitos jogando bola em um hospital de Itaquera, o “futelama” praticado por garotas do Amapá na beira do rio Amazonas, o fanatismo de uma torcedora carioca, índias guaranis participando de Olimpíadas Indígenas no Mato Grosso, o futebol social realizado pelo time Amizade Futebol Clube, na Parada de Taipas, o futebol praticado por meninas da classe média alta na Praia de Ipanema, praticante de futebol com Síndrome de Down, futebol de mulheres na várzea e no sertão e imagens de mulheres nos estádios, como torcedoras.

Neste último tema, proposto pela fotógrafa Luludi Melo, a nossa ex-colunista do São Paulindas Ieda Beatriz foi flagrada em um momento eufórico, nas arquibancadas do Morumbi, em partida pelo Campeonato Paulista deste ano entre São Paulo e Corinthians. Ieda é membro da torcida organizada Dragões da Real desde 2012 e acompanha o Tricolor em quase todos os jogos. “Participar de uma partida de futebol, dentro de uma torcida, é entrar num caldeirão de emoções, cheio de fé, paixão, alegria, tristeza e angústia”, contou a fotógrafa Luludi Melo, responsável pelo clique em Ieda.

A torcedora adorou fazer parte deste projeto, onde representa parte importante de sua vida: o futebol. “Achei muito bacana, não pelo fato de expor minha imagem, mas pra mostrar que no futebol também tem mulheres apaixonadas pelo seu time. Futebol é arte! Faz parte da minha vida, ta no meu sangue, e não abro mão nunca!”, declarou Ieda.

Essa é apenas uma das histórias – surpreendentes – da exposição. A Copa do Mundo está chegando, mas as 11 fotógrafas que participam da mostra aproveitaram o momento para trazer o tema do futebol através de um prisma diferente, duplamente feminino – são mulheres registrando mulheres e sua relação com o esporte, mulheres “observando a garganta da realidade, o Brasil diante de si mesmo”, como afirma o curador Diógenes Moura.

No espaço expositivo, as obras de cada fotógrafa são apresentadas em conjuntos, nos quais as peças são impressas no formato 75 cm x 50 cm. As Donas da Bola também estará em livro (Syn Criativa Edições, 192 págs, R$ 60), a ser lançado na segunda quinzena de junho. As imagens são acompanhadas de depoimentos das fotojornalistas, assim como na mostra.

O Centro Cultural São Paulo está localizado na Rua Vergueiro, nº 100, no Paraíso. O site é o http://www.centrocultural.sp.gov.br/

* Fonte: Pluri Pesquisas Esportivas IBGE/ Base Jan/2012. 

Créditos fotográficos: Luludi/Divulgação, Eliária Andrade/DIVULGAÇÃO e Marcia Zoet/DIVULGAÇÃO

Sigam no twitter: @robertanina e @spfc1935