Luís Fabiano saiu dos gramados do Morumbi, com mais um marco na sua carreira. Com os dois gols marcados no jogo ontem (09/04) conta o CSA-AL , o jogador entrou para a marca de 189 gols, e iguala Teixeirinha na artilharia do clube.
A frente dele, apenas Gino (233) e Serginho Chulapa. Mas a alegria do atacante, estava de se notar de longe!

” Venho escalando pouco a pouco rumo à artilharia. É difícil buscar o Serginho, mas tenho mais um ano e meio de contrato praticamente para tentar pelo menos assustar o negão lá”. – Acrescentou ontem, sorridente!

Realmente a distancia entre Luis Fabiano e Chulapa é grande. Mas isso não desmotivou o jogador de tentar. Ao contrário, o mesmo ainda sai de campo com mais um recorde garantido. Os dois gols lhe deram a condição de maior artilheiro do São Paulo na história da Copa do Brasil.

Luis Fabiano foi e sempre será referencia no SPFC. Mau ou bem visto pelos torcedores e pela mídia, não podemos deixar de admitir que ele fez história no clube. Tem seu jeito de ser, mas dentro de campo, mostra pro que veio. Luis divulgou uma foto em seu instagram e acrescentou a legenda: “ Obrigado senhor por mais um noite de alegria… Deus é fiel… e essa camisa é minha segunda pele.




Conheça agora, um pouco da História de Luis Fabiano com o São Paulo Futebol Clube:

Um jovem atacante do Rennes chamou a atenção do clube do Morumbi. A aposta não poderia ter dado mais certo! Em sua primeira passagem pelo Tricolor, em 2001, Fabuloso marcou 30 gols em 49 jogos! Após uma breve volta à França, onde ficou por seis meses em 2002, o artilheiro retornou, e então se consolidou como ídolo! No total marcou 118 gols em 160 partidas. Proporcionou momentos inesquecíveis de garra, força, superação e amor ao clube, como a partida da Sul-Americana de 2003, quando entrou na briga contra os argentinos do River Plate para defender o companheiro Fabiano, que havia sido agredido! E é até hoje o dono da quarta melhor média de gols da história do Tricolor, ao lado de França: 0,74 gols por jogo! Deixou o time em 2004, quando se transferiu para o Porto (de Portugal).
Em 2008 voltou ao Morumbi com a Seleção Brasileira, na dura partida contra o Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Parecia que nunca tinha deixado o Tricolor. Recepcionado com gritos de apoio dos torcedores, marcou dois gols e, em uma das cenas mais marcantes que o estádio já presenciou, ajoelhou no símbolo do clube e prestou reverência à torcida. Mais uma vez, ouviu-se na casa são-paulina: LU-IS FA-BI-A-NO!!!
No Sevilla, clube que defendeu de 2004 a 2011, seu faro de artilheiro não mudou. Marcou 107 vezes (em 230 jogos), sendo o quinto maior artilheiro da história do clube da Andaluzia. Na despedida da Espanha, foi homenageado pelo clube e pela torcida. No Tricolor, o Fabuloso pretende alcançar todos os recordes de artilharia, tanto em números absolutos quanto em média. Além de trazer mais títulos ao clube, sua verdadeira casa.



*Fonte:  São Paulindas e São Paulo FC.
*Siga no Twitter: @SPFC1935 / @Iedabeatriz
*Instagram: @_SPFC1935_ / @iedabeatriz