Ele já foi atacante, já figurou o meio de campo e atualmente compõe a lateral direita do São Paulo, mas o que ele recebe em troca – quase sempre – por toda essa versatilidade em campo são ofensas, xingamentos e cobranças por parte dos torcedores. Porém, Douglas é um desacreditado que vem dando certo em muitas oportunidades.

O jogador veio do Goiás e chegou ao Tricolor em 2012 com um contrato de três anos. Após ficar meses tratando uma contusão no púbis, Douglas começou a sua saga com a camisa do São Paulo. Com 23 anos, mirrado e velocista, Douglas chegou a “preencher” o espaço no ataque que era ocupado por Lucas, após sua transferência para a Europa. É claro que não deu certo e com a falta do bom futebol que o projetou no Goiás, o atleta foi alvo de muita cornetagem.

O jogador atingiu a marca de 100 jogos pelo Tricolor em 2013

Com mais de 100 jogos vestindo a camisa Tricolor e mesmo com a chegada de Luis Ricardo, ex Portuguesa e revelação do Brasileirão passado, Douglas firmou-se como titular e vem, aos poucos, ganhando seu espaço na lateral direita. O jogador vive em um eterno sobre e desce, tem dias que joga bem e em outros joga muito mal. Essa oscilação é que deixa muitos torcedores injuriados porque, na verdade, a gente nunca sabe se é possível contar com ele ou não. Tudo depende do dia, do soprar do vento e da posição do sol com relação à lua.

É verdade que o jogador é limitado em muitos aspectos e não esbanja habilidade, mas às vezes corresponde às expectativas, principalmente de Muricy Ramalho. O treinador berra o nome de Douglas em quase todos os jogos, chamando a sua atenção e dando instruções. Em partida disputada pelo campeonato Paulista deste ano contra o XV de Piracicaba as cobranças do técnico ganharam destaque. Muricy cobrava constantemente um melhor posicionamento e que o atleta caprichasse mais nos passes. Os dois discutiram no intervalo do primeiro tempo, mas tudo acabou bem. Douglas minimizou o episódio dizendo que era normal rolar uma discussão desse tipo: “É uma coisa normal no grupo, de duas pessoas que querem vencer. É assim que vamos buscar nosso melhor cada vez mais”, afirmou.

No último domingo, em partida válida pelo Brasileirão, o São Paulo iniciou o torneio derrotando o Botafogo em casa, por 3×0. Douglas foi responsável pelo segundo gol, após passe açucarado de Alexandre Pato, e viveu uma cena inédita no Morumbi ao ouvir seu nome gritado pela arquibancada.

Douglas comemora seu primeiro gol contra o Cruzeiro, em 2013

O jogador revelou que, mesmo nos momentos mais difíceis, sempre se apoiou na família para não fraquejar. “Cada um pensa uma coisa da minha história. Procuro viver esse bons momentos com essas partidas e impondo o que almejo aqui dentro, que é ter vitórias e sendo bom para o grupo. Tenho a confiança do professor (Muricy Ramalho) e dos companheiros, só posso agradecer e tentar retribuir tudo o que eles fazem por mim”, completou.

O ano de 2014 mostra-se generoso com Douglas e seu esforço diário tem superado sua falta de habilidade e ele tem conseguido manter uma boa sequência de jogos. Porém, na quarta-feira, em partida contra o CRB de Alagoas, o jogador não agradou e voltou a ser muito criticado nas redes sociais. Enfim, ele já deve estar acostumado com essa relação de amor e ódio que muitos nutrem por ele.

O descaso que eu sentia com o nosso camisa 23 foi embora no segundo semestre do ano passado, naquela fase horrorosa de Z4, quando ele marcou nosso primeiro gol contra o líder e invicto Cruzeiro, no Mineirão, na vitória do Tricolor por 2×0. Gol importante no momento mais que crucial que fez nascer em mim um carinho quase que de mãe para o jogador. Ou seja, eu nem me irrito mais porque não vale a pena!

As piadas seguem firmes pela internet, é claro, afinal, ver um cara desacreditado como esse ir do céu ao inferno a cada semana é de nos arrancar boas gargalhadas e passar a ter fé na humanidade a cada evolução sua. Para um milagre alcançado é necessário fazer outras três promessas para que nosso camisa 23 não entregue a paçoca no jogo seguinte. Portanto, segure seu terço daí enquanto eu faço uma novena por aqui, torcedores. Arrasa, Doug!

Vamooooooooooooooo São Paulooooooooooooo!

Créditos fotográficos: Rubens Chiri / SPFC.net e 5PFC M1l Gr4u

Sigam no twitter: @robertanina e @spfc1935