No próximo domingo (22), o eterno camisa 10, Raí participará da partida entre Botafogo-SP x São Paulo, válida pela 15ª rodada do Campeonato Paulista., no estádio Santa Cruz. O jogador que teve seus dois grandes momentos nestes clubes dará o ponta pé inicial da partida.

Rai iniciou sua carreira em 1980, com apenas 15 anos, pelo Botafogo-SP, time de sua cidade natal, primeiro clube que lhe rendeu passagem pela Seleção Brasileira, além de sua atuação ter atraído os olhares dos grandes clubes paulistas. Mas o privilégio da contratação ficou para o São Paulo.

Ao ser contratado pelo clube, sofreu uma lesão na coxa direita, o que acabou deixando-o três meses longe do gramado, mas não demorou muito para ele ser o Raí que estavam esperando, em seu terceiro jogo já marcou. Após a chegada de Telê Santana o jogador despontou de vez, e se tornou o artilheiro do Campeonato Paulista com 20 gols, onde era o capitão do time.

Foram oito anos de SPFC, unindo as duas passagens do atleta, que totalizaram a marca de 417 jogos, além de duas Libertadores (fazendo o gol de 92 que levou a decisão aos pênaltis), um Mundial (onde marcou dois gols e foi considerado o melhor jogador do torneio), um Campeonato Brasileiro e sete estaduais.
Além de toda a bagagem histórica que ficou por conta dele, ainda são prometidas grandes supresas por Gustavo Assed, presidente do Botafogo.

*Coluna especial: Ana Claudia Marioto