O Museu do Futebol, foi construído no estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), permite ao visitante como entender e se encantar com a história do futebol e do povo brasileiro, com muita emoção, história e diversão, percebendo como nossos costumes e comportamentos são inseparáveis da trajetória desse esporte.

Conheça um pouquinho mais o que se passa dentro do Museu do Futebol:

Ao entrar no Museu, nos deparamos com muitos quadros que estão em toda a parte debaixo da arquibancada do estádio do Pacaembu, que contam histórias, mostram símbolos e personagens sobre o nosso futebol. A cada quadro viajamos no tempo, e lembramos de cada craque e cada história do passado que aconteceu no futebol mundial, e que ficarão para sempre em nossas memórias.

Logo depois tem a exposição “Futebol de Papel” um universo de texturas e cores que dão vida a um cenário inteiramente de papel, a exposição oferece ao visitante um amplo mosaico de inesquecíveis histórias compartilhadas. Afinal, todo torcedor apaixonado guarda em suas lembranças os lances emocionantes, as partidas decisivas, os ídolos imortais.

“VAMOS AO ESTÁDIO”

 Em 27 de abril de 1940, mais de 50 mil pessoas assistiram a inauguração do Pacaembu, em um dia repleto de atrações, 10 mil atletas vindo de outros estados e países desfilaram no novo gramado. As tarifas de trem foram reduzidas no dia do evento para incentivar o público a ir até o estádio.




“ENFIM O FUTEBOL
O gramado do estádio só viu a bola rolar no dia 28 de abril de 1940. Em rodada dupla o Palestra Itália venceu o Coritiba por 6×2, e o Corinthians derrotou o Atlético MG por 4×2.

Veja como era o ingresso dos jogos realizados no estádio:

Essa é a arquibancada da exposição futebol de papel, ela mostra os mosaicos das torcidas de todos os times e você ainda consegue montar o próprio mosaico para o seu time do coração, e claro que eu não perdi a oportunidade.

A exposição também nos da a honra de conhecer a primeira carteirinha dos clubes de futebol, veja a do São Paulo.

 

“RECORDISTA DE PÚBLICO”
Quando chegou ao São Paulo, em 1942, Leônidas da Silva estava desacreditado, mas sua estréia contra o Corinthians no Pacaembu, marcou o recorde de público: 71.281. Valorizado, Leônidas passou a receber a mais por partida, veja a lista da partida e quanto ele ganhava:
Continuando a visita, na parte superior do Museu, a história começa a ser contada com mais tecnologia, e a era de papel é deixada de lado, mostrando os craques da seleção brasileira que fizeram história com a amarelinha, e alguns também no nosso tricolor como Zizinho  e Rivaldo.
 Em homenagem as torcidas, o Museu tem uma parte especial que mostra todas elas nos estádios pelo Brasil, cantando e vibrando nos jogos, confira um trecho no vídeo abaixo:


Continuando as homenagens mais tecnológicas, o Museu tem uma sala cheia de tv’s, passando vídeos e fotos de cada década, cada jogador, e cada momento importante no esporte brasileiro e mundial.

Já nessa parte do Museu, você conhece mais as regras, gírias, curiosidades sobre como funciona o futebol, como: as primeiras partidas, as regras do jogo, os primeiros campeonatos no Brasil e os primeiros times, as chuteiras  e as bolas de antes e hoje, os maiores estádios (sendo o Morumbi 1 deles) e etc…

E a tecnologia não para por ai, o Museu ainda conta com salas com formato de bolas de futebol, passando alguns lances importantes do futebol brasileiro, e também um jogo de futebol virtual onde as crianças se divertem.


Já chegando ao final, tem o famoso “Chute a Gol”, é um espaço onde eles calculam a velocidade do seu chute, com um goleiro virtual, e ainda tiram fotos sua chutando ao gol, essas fotos ficam disponíveis depois no site do Museu do Futebol.

Ficou com vontade de conhecer o Museu? Confira os dias e horários de funcionamento:

– De terça a domingo, das 9h às 17h (com permanência até as 18h)
– Horários diferenciados em dias de jogos
– Ingressos: inteira R$ 6,00 / meia R$ 3,00
– Localizado no Estádio do Pacaembu
– Para mais informações: (11) 3664-3848

Por: Bianca Lamattina
@spfc1935 @bialamattina