Feliz ano novo, tricolores! Esse ano promete ser um divisor
de águas para o São Paulo. Após uma sequencia de erros em 2013, devemos mostrar
que fazemos jus ao apelido de “clube da fé”.
A vibe pessimista tomou conta da torcida, e começar o ano vaiando os nossos meninos da copinha foi com
certeza uma atitude equivocada. Estamos insatisfeitos com a falta de projeção
para o futuro, mas não é colocando pilha nos garotos que iremos conseguir. 
Não perca a linha, torcedor. 2014 é ano de mudanças.
Imagem: Lucas Martins/Arte Tricolor
Mais que adorar a Liberta o são paulino adora títulos. Isso
significa que a torcida vai empurrar, jogar com o time e não vai escolher
adversários e nem competições. Tudo em prol de ver o soberano fazendo jus ao
nome. Vamos mostrar que entramos em toda competição para ganhar.
Que tal fazer de 2014 um ano simbólico? Um ano em que a torcida mostre que vai ajudar
Rogério a sair do time tendo colocado a equipe de volta nos trilhos. Além disso, a nossa base conta com ótimos jogadores, inclusive Boschilia e Ewandro, que já
tiveram a oportunidade de jogar com a camisa (pesada) do time principal.
Foto: SPNet

Goleamos o Mogi Mirim nesta quarta (22/01/2014), e o time atuou de uma forma que estávamos nos “desacostumando” a ver o time jogar. Que isso também sirva de combustível para a torcida ficar de bem com a equipe: Que tal parar de polemizar tudo o que Luís Fabiano diz e apoiar o fazedor de gols? Podemos também exaltar cada jogada de mestre que o Ganso tira da cartola.  Ah, e só pra lembrar, temos Muricy. O cara mostrou que não perdeu a mão, meu filho, ele sabe o que faz.

Muricy Ramalho (Foto: Site Oficial São Paulo FC)
Foto: Site Oficial São Paulo FC
Como bem lembramos no post do dia 20/01, teremos uma eleição para acontecer no São Paulo. Talvez esse seja o argumento menos empolgante, já que não podemos por enquanto saber o quanto a nova presidência vai
influir no time. Mas toda a renovação é bem vinda, principalmente após oito anos de Juvenal. 
Somos torcedores e queremos um time de qualidade, mas é importante colocar em mente que acima de tudo devemos motivar a equipe que temos.
Deixemos as inglórias no passado e avante, meu tricolor!