Ídolo contra ídolo. Podemos dizer que foi acima de
tudo uma briga de Titans, pois tivemos a oportunidade de conferir se
enfrentando em campo dois gigantes. De um lado um goleiro de prestígio, artilheiro
e acima de tudo M1to, vestindo a camisa 01 desde 1990 (muito antes que me
conheço por gente) pelo time do São Paulo Rogério Mucke Ceni, do outro grande
ídolo futebolista (porém do time adversário) Paulo César Baier . Infelizmente
foi graças a Baier e os três autores dos gols do Furacão que foram conseguir
acabar com a série de dez jogos sem perder do Tricolor, e ainda conseguiram a
façanha de adiar a comemoração do título do Campeonato Brasileiro (quase certo)
do líder, Cruzeiro.
                X
É tricolores, houve muita coisa para se lamentar…
Embora Baier não tenha sido autor diretamente dos
gols, certamente foi crucial na partida, com toda sua velocidade e passes (coisa
que o nosso Tricolor foi insuficiente), falando em insuficiência poderíamos citar
a zaga Tricolor que vem deixando a desejar com Antônio Carlos, Reinaldo e
principalmente Paulo Miranda, foi praticamente o time inteiro do Atlético x o Rogério.
Claro que tais resultados eram mesmo de se esperar
devido a série de vitórias e adaptações dos jogadores, a frequência de viagens
e partidas disputadas. Mais do que nunca sugerimos ao apelo do “Bom Senso FC”,
para que os jogadores (todos) possam ter uma melhor e mais eficiente
recuperação e consequentemente possamos ver um futebol mais bonito em campo.
    (Foto:
Joka Madruga / Futura Press)
Nem tudo está perdido, ainda somos donos da 8ª
posição somando 46 pontos, e temos a chance de garantir a vaga para a Liberta
seguindo pela Sul-Americana. Perguntamos a você torcedor Tricolor Paulista, o
que pode ser melhorado?
Avante Tricolor, Eu Acredito!
Por Maxinny Fernandes Matos

@maxinnyfmatos