A situação do tricolor está complicada, disso todos sabemos. A partida contra o Vitória é de extrema importância para o São Paulo. Temos que vencer, porque mesmo um empate complica muito a situação do time, que posteriormente enfrentará o destruidor Cruzeiro.
 
Ney Franco estará do outro lado. O ex-técnico tricolor saiu do Morumbi em clima de ressentimento por ter, entre outras coisas, confrontado Rogério Ceni, um jogador que é o ídolo máximo da torcida e muito respeitado pela diretoria. Segundo Ney, não há mágoas em sua passagem pelo São Paulo.
 
 
Deixando de lado os fatores extracampo, o fato é que após sua saída, e depois do trabalho de Paulo Autuori, os jogadores são praticamente os mesmos e o técnico conhece bem suas características.
 
Alguns pontos táticos e mentais foram alterados de acordo com o modo de trabalho de cada treinador, mas enfrentar um técnico que conhece bem a equipe adversária é sempre perigoso. Ney Franco já fez o que tinha que fazer, apresentando a seus jogadores os pontos fortes e fracos do São Paulo.
 
O mais importante é ir passo a passo, pois sabemos que mesmo com uma vitória na partida de hoje será muito difícil repetir o êxito contra o Cruzeiro. Estamos na torcida para que Muricy e o time tenham encontrado a melhor maneira de encaixar seu jogo contra o Vitória e devemos lembrar que, assim como Ney conhece bem o São Paulo o time do São Paulo conhece bem o trabalho de Ney.

Vamos, São Paulo!
Por Natascha de Souza

Crédito fotográfico: Gazeta Press