Fomos à São Januário como quem vai pra uma guerra. Lutamos. Marcamos. Corremos. Finalizamos.
Cumprimos nossa missão. Tivemos, enfim, uma tarde digna e feliz.
Enfrentamos o inimigo. Não cedemos. Fomos além. E eis que conseguimos encurralar o adversário fora de casa, para deixar o gramado com uma vitória que não veio por acaso. Veio porque nossa camisa pesa.
E pesa porque no fundo, todos conhecem bem a nossa história. Sabem que podemos ter alguns problemas pontuais ou não, atravessar maus momentos, mas a alma não vendemos. Sabem que não vivemos de populismo (nem de lulismo) barato. Sabem que temos história, passado, casa e tudo foi construído com o suor dos nossos. E sabem principalmente, que não há em nossa história qualquer episódio para se envergonhar ou tentar esconder. Nem haverá.
Ao final dos 90 minutos, deixamos o território inimigo com o dever cumprido. Lutamos a guerra que nos cabia com as (poucas) armas que tínhamos. Mais do que 3 pontos, buscávamos também nossa dignidade. Com dedicação, esforço e obstinação de quem queria defender a própria honra (valeu, Rodrigo Caio), ganhamos mais uma batalha.
E ganhamos porque com jogadores improvisados ou não e com jogo bonito ou feio, aqui é futebol de resultado, meus filhos!

(Rubens Chiri)

Vejo antis menosprezando o adversário e falando em sorte, mas isso está comprovado que não temos, afinal, se tivéssemos alguma aposta das que fizemos nos últimos 3 anos já teria vingado e não foi o caso…
Fato é que mais do que nunca, precisávamos de uma certeza. E ela chegou com a personalidade marcante e energia de sempre, com a conhecida e inesgotável capacidade de motivação, com a consciência da importância de treinos específicos e conhecido trabalho individual com cada um de seus soldados. Essa certeza atende pelo nome de Muricy Ramalho, a quem mais uma vez tenho que dizer, muito obrigado!
A próxima batalha é quarta feira. E se o Tricolor vai a campo, nós iremos também. #JuntosSomosFortes

Vai Tricolor e vamos São Paulindossssssss!!!

Por Carol Nader – twitter: @NaderCarol

OBS: No título me referi a 18 missões porque a última rodada é só pra decidir o destino da taça, todo o resto já está definido.