Luís Fabiano marcou seu 100º gol no Morumbi na noite da última quinta-feira (26/08) pela Sulamericana.
 
Nesta partida, contra o Universidad Católica, o jogador fez o gol que abriu o placar, e “ressurgiu” para a surpresa de muitos. Isso porque Luís Fabiano sempre é evidência nos jogos, seja pelos belos e importantes gols que marca ou pela personalidade explosiva (que acaba por fazer com que o jogador cometa erros em excesso dentro de campo).
 
Fabuloso é um anti-herói, pois tanto pode corresponder às expectativas como não, e é exatamente por isso que há uma relação de amor e ódio entre ele e parte da torcida.

A questão é que ultimamente o jogador tem sido discreto, seu temperamento não tem trazido problemas nem para ele nem para o time. Cartões para Fabuloso, que vinham com certa frequência, já estão há 5 jogos sem aparecer.
 
O jogador, quando bem disposto, não se limita a fazer gols, mas também ajuda na marcação e dá assistências aos companheiros de time. Ultimamente, o lado craque tem se sobressaído ao lado esquentado de Luís Fabiano.
 
Muricy vem trabalhando o lado disciplinar do time e não aborda apenas o jogador mais temperamental da equipe, mas sim trabalha com todos, o que pode ter colaborado positivamente para que o jogador não se sinta pressionado ou rotulado.
 
Há muito se dizia que o jogador é um diamante bruto, que precisa de uma “polida” na personalidade para que o seu bom futebol se destaque…
 
Depois de muito tempo, o São Paulo está pouco a pouco encontrando o seu caminho, e o mesmo parece estar acontecendo com Luís Fabiano. 
 
Continuamos na torcida!
Por Natascha Souza

Crédito fotográfico: http://www.goal.com