O prestígio da atual diretoria são paulina junto à torcida diminui a cada dia, e a popularidade de Juvenal Juvêncio despenca, juntamente com o time. Torcedores contam os dias para a chegada das eleições no clube, quando será escolhido o novo presidente do Tricolor. E o nome predileto, ao menos nas arquibancadas, é de Marco Aurélio Cunha, apontado como principal nome da oposição.
No entanto, tudo indica que haverá mudança nos planos. Kalil Rocha Abdalla, diretor jurídico do São Paulo, formalizou na última terça-feira a sua renúncia ao cargo. E o afastamento tem um motivo muito simples: Kalil vai concorrer à presidência do clube. A reviravolta se dá pelo fato de que Marco Aurélio Cunha pode desistir de sua candidatura para apoiar Kalil, por considerar que o novo candidato tenha mais aceitação por parte dos conselheiros.
Foto: gazetaesportiva.net
Para se candidatar, Kalil precisa do apoio de ao menos 55 dos 160 conselheiros vitalícios, e caso seja eleito, o cargo que será designado para Marco Aurélio Cunha é o de vice-presidente de futebol. E essa união deixou MAC confiante: o ex-superintendente de futebol do Tricolor acredita ser impossível haver rejeição ao nome de Kalil, chamando-o, inclusive, de “o maior são paulino que existe”. Cunha dá destaque ao respeitávei trabalho de Kalil como gestor das finanças da Santa Casa de São Paulo, onde ocupa o cargo de provedor, lidando com um orçamento bilionário. 
MAC atribui a força da chapa ao fato de Kalil ser um nome respeitado dentro e fora do clube, além de considerar vitoriosa a união entre seus conhecimentos de gestão futebolística e os conhecimentos de Kalil em comandar as relações institucionais e a política interna do clube.
E vocês, torcedores, o que acharam dessa mudança? Consideram Kalil o candidato ideal à oposição, ou preferiam MAC ou outro nome? Deixem suas opiniões nos comentários, e vamos acompanhar os próximos capítulos dessa novela das eleições!
Avante, Tricolor!
Por Camis Carvalho – @camisspfc