Saudações tricolores! 
O SPFC enfrenta hoje a Portuguesa no estádio do Canindé às 18h30. A situação é: estamos na zona do rebaixamento, a Lusa também, precisamos urgentemente de uma vitória, a Lusa também. Se ganharmos, sairemos do Z4. Se a Lusa vencer, o SPFC se afunda mais e mais na crise. 
O tricolor deve ter a volta de Clemente Rodriguez na lateral e Luís Fabiano, no ataque. Lendo os principais portais jornalísticos, um dos jogos lembrados é SPFC 2 x 7 Lusa, no Brasileirão de 1998, mas quando eu penso em Portugesa, o meu cérebro tricolor lembra com carinho de outro jogo: Brasileirão de 2008. Lusa tentando escapar do rebaixamento, SPFC tentando o Hexa. Canindé lotado. SPFC abre o placar, Lusa empata, SPFC faz 2×1, Lusa empata. SPFC vira para 3×2, ao final do jogo. E no último lance, a Lusa manda uma bola na trave. Ali vi que o SPFC seria Hexa. A Lusa acabou rebaixada e não tinha time pra ser rebaixada, mas acabou sendo. O que a História nos mostra é que mesmo que a situação da Lusa não seja boa (e no caso atual, nem do SPFC), este é um jogo que ganha um ar de dramaticidade. 
O SPFC hoje tem que encarar este jogo como o chamado ‘jogo de seis pontos’. É jogo pra vencer. Não dá pra pensar em empatar, muito menos perder. Se jogar como jogou no segundo tempo contra o Bayern ou até quando tentou uma reação e empatou com o Kashima, acredito que tenha boas chances de vitória. A escalação é outra, mas acredito que um bom ambiente pós-excursão possa ajudar o time também hoje. 
E neste dia dos pais, que todo pai tricolor tenha uma vitória pra embalar este domingo. O que todo são-paulino deseja é que o SPFC saia desta situação incômoda que se encontra. 
Vamos torcer que isso comece a acontecer hoje no Canindé. 

Thaís Cachuté Paradella.