Ontem o SPFC perdeu para o Cruzeiro, no Morumbi, por 3×0. Foi a nona derrota do SPFC seguida, levando em consideração os jogos do Brasileirão. Foi a segunda derrota seguida de Paulo Autuori. Se pensarmos em termos matemáticos, o SPFC já perdeu mais de 24 pontos…É muita coisa! 
Acompanhando o jogo ontem pela TV e lendo comentários de alguns torcedores, vejo que os torcedores tricolores se dividem em dois grandes grupos: os que vêem que a situação atual é péssima e a série B é uma realidade se não houver uma mudança drástica; e os que acham que pelo elenco que temos ainda podemos brigar por vaga na Libertadores…Sim, prezado amigo, ontem li esta máxima de alguns…
Como sempre, vamos aos fatos: 
1) O elenco do SPFC não é bom. Não temos peças de reposição de qualidade e alguns titulares parecem adolescentes mimados, que se acham muito melhores do que são; 
2) Sim, a diretoria do SPFC é a grande responsável pela atual fase, por achar que o elenco é super-qualificado e por achar que iremos disputar título. Além disso, declarações recentes do diretor de futebol, Adalberto Baptista, em relação ao goleiro Rogério Ceni, ajudaram a piorar muito o clima. Só que não é o diretor de futebol nem a diretoria que joga com displicência…A crítica tem que existir, lógico. Mas tenha certeza: Juvenal não vai pedir pra sair. Só vai sair ano que vem, nas eleições. Protestar é importante, só que alguns jogadores tem que começar a entender que em campo precisam urgente jogar mais; 
3) A diretoria errou FEIO em manter Luís Fabiano. Deveria sim ter vendido quando teve oportunidade. O jogador foi trazido ao SPFC com todo apoio da torcida (e da diretoria), só que veio com lesão. Iria demorar pra começar a jogar. Até aí, a culpa não é do atleta. Mas seus inúmeros cartões, expulsões e participações pífias em jogos importantes do SPFC, aí sim é culpa do atleta. Ontem sua participação contra o Cruzeiro foi irrisória. Péssimo domínio de bola, chutes longe do gol…Nada que se espera de um atacante titular;
4) Paulo Autori, até agora, pouco fez pelo time. A escalação é a MESMA que Ney Franco fazia. Não consigo entender como alguém mantém Douglas no time titular. Não dá. O primeiro gol do Cruzeiro foi culpa exclusiva dele. Está na hora de começar a ser mais radical com o time, pois já ficou claro que se for mantido o mesmo time, da mesma forma, vamos perder todos os jogos;
5) Não consigo entender como que toda a estrutura de Cotia não consegue fornecer um lateral meramente melhor que Douglas, ou volantes que efetivamente marcam mais que Denilson e Wellington, que estão em péssima fase. Tudo na vida funciona como retorno do investimento. Ou seja, uma quantia considerável é investida em Cotia todos os anos. ‘Ah, mas a venda do Lucas pagou isso’….OK, mas hoje o retorno que Cotia tem que dar é alguns jogadores ligeiramente mais quais qualificados que os titulares. ‘Ah, mas vai queimar os meninos’...Nunca fui adepta a esta teoria. Menino pra mim que não aguenta a pressão de um jogo titular quando o time titular está péssimo, pra mim, será mais um destes jogadores mimados e coadjuvantes. Você consegue ver jogadores jovens sendo revelados por outros times (vide Romarinho, no Corinthians, alguns jogadores do Santos), que não tem a chamada ‘estrutura de primeiro mundo’ de Cotia. Se a estrutura do SPFC é tão superior para os meninos, a cobrança também tem que ser outra. Até porque, deste time atual, não precisa de muita coisa pra ser melhor do que alguns titulares;
6) Podemos escapar do rebaixamento SE E SOMENTE SE a postura do grupo mudar. Vide o Fluminense em 2008. Todos tinham certeza que seria rebaixado, já eram favas contadas dos comentaristas esportivos. Não tinha um elenco ruim (foi à final da Libertadores no mesmo ano), mas só perdia, perdia e perdia. Aí que surgem os grandes jogadores: na época, Fred (que eu considero um atacante anos-luz melhor que Luís Fabiano), chamou a responsabilidade pra si, conversou com o elenco e o time se uniu. Em campo, tudo mudou. Você via a dedicação de cada um para evitar que o time caísse. E por mais que a matemática dizesse o contrário, o Fluminense não caiu naquele ano. Dá pra entender como as atitudes mimadas de alguns jogadores do elenco não são compatíveis com nenhuma reação do time? 
8) Achar que o SPFC tem camisa e por isso jamais vai ser rebaixado é de uma ingenuidade inacreditável. É simplesmente não acompanhar futebol hoje em dia. O futebol apresentado pelo SPFC está de série B. E nem série B competitiva, pois se apresentar este mesmíssimo futebol na série B, não sobe pra A; 
7) E só pra fechar: Palmeiras e Corinthians foram rebaixados nos últimos anos de mandatos de seus piores presidentes. Qualquer semelhança é bobagem? 

Thaís Cachuté Paradella