Por: Kelly Elias – @KellyEllias

Saudações São Paulinas,

O grande jogador a ser homenageado hoje vestiu a camisa do nosso glorioso SPFC e fez sua estreia pelo São Paulo há exatamente 29 anos atrás (1 de julho de 1984).
Edivaldo Oliveira Chaves, mais conhecido como Pita, nasceu no dia 04 de agosto de 1958  em Nilópolis, na região metropolitana do Rio de Janeiro, mas foi criado no Jardim Casqueiro, em Cubatão-SP.  Meia direita extremamente habilidoso e inteligente, fez história no nosso querido SPFC. Revelado no Santos, em 1977, o jogador também vestiu a camisas do Strasbourg (França), Guarani e teve uma passagem pelo Japão.
Pita começou sua carreira em um torneio de praia, em Santos. Olheiros da Portuguesa Santista ficaram encantados com sua técnica o levaram para treinar na equipe, onde se tornou o grande destaque do time dente-de-leite do clube. Em 1977, o Santos convenceu Pita a abandonar a Briosa para treinar na Vila Belmiro.
Comandou o conhecido time dos “Meninos da Vila”, sendo responsável pelo primeiro título após a saída de Pelé, o Paulista de 1978. Após seis anos de Santos, Pita foi trocado por Zé Sergio e a parti desse momento fez história no nosso glorioso SPFC, em 1984.
Pita fez parte do então time carinhosamente chamado “Menudos do Morumbi”, uma equipe repleta de jovens jogadores habilidosos, e comandou o meio campo do nosso Tricolor com maestria. E foi o grande maestro de Careca e Müller, naquela época.
Um gol inesquecível de Pita foi em um clássico com a SEP, em 1985 e o gol mais importante foi na final do Brasileirão de 1986, contra o Guarani, no inesquecível empate em 3 x 3.
Com quatro anos de SPFC, Pita se transferiu para o Racing Strasbourg, onde jogou de 1988 a 1990. Pita também vestiu a camisa do Guarani (1990), Fujita Industrial (1991 a 1992) e o Nagoya Grampus (1993). Voltou para o Brasil em 1994, onde encerrou sua carreira na Internacional de Limeira.
Pita não teve muitas oportunidades na Seleção Brasileira, participando apenas de 12 partidas e conquistando apenas um título do Pan Americano.
Logo após encerrar sua carreira no futebol, Pita dirigiu o time júnior do São Paulo. Onde trabalhou como Julio Batista, Fabio Simplício e Kléber, além de sua maior descoberta: o Kaká.
Pita foi um meia implacável, e sempre será lembrado por todos nós são paulinos. E por tudo isso, nós agradecemos sua dedicação pelo nosso amado SPFC e fazemos questão de celebrar sua estreia com essa singela homenagem. Obrigada Pita!

Edivaldo Oliveira Chaves (Pita) – Meio Campista

Jogos disputados pelo SPFC: 249
Estreia: 01/07/1984
Último jogo: 22/05/1988
Gols Marcados no SPFC: 46
Nascimento: 04/08/1958, Nilópolis (RJ).
Títulos conquistados no SPFC: Campeão Paulista de 1985 e 1987 e Campeão Brasileiro de 1986.