Por Jaque Amaral – @_jaqueamaral .

Foto: Ricardo Correa
Telê soube ser único por levar ao mundo seu futebol arte. Sua passagem pelo Tricolor foi tão significativa que os anos 90 ficou conhecido como a Era Telê. Nem preciso falar muito sobre esse grande cara, pois provavelmente todos o conheça muito bem. Fez história no SPFC e sua trajetória é memorável. Mas ele merece nossa lembrança, e essa matéria é breve, perto de tudo o que ele representa no nosso tão querido Tricolor!
Essa semana pudemos comemorar o nascimento desse grande ídolo, que muita falta nos faz. Nascido em 26/7/31, Telê Santana da Silva foi um grande jogador e um excelente técnico por todos os lugares que passou. Sua passagem pelo São Paulo veio para provar que o gênio Telê estava no lugar certo, com os jogadores certos, e então os resultados viriam. Em cinco gloriosos anos treinando o São Paulo, Telê levou o time a vencer 10 títulos importantes (fora os torneios menores), entre eles, 2 campeonatos paulistas, 1 Campeonato Brasileiro, 2 Libertadores e 2 Mundiais de Interclubes. Ufa, quanta conquista em tão pouco tempo! 
Em 1996, Telê Santana sofreu uma isquemia cerebral durante exames de rotina que debilitou sua saúde e o afastou dos campos de futebol. Em 2006 piorou progressivamente e lutava no hospital contra o seu pior adversário. Telê Santana morreu no dia 21 de abril de 2006, aos 74 anos. Deixando saudades a todos os torcedores que ainda gritam o seu nome.
Combateu a violência no futebol, a má qualidade dos gramados, a incoerência na aplicação das regras por alguns juízes e travou uma briga particular para que o futebol brasileiro reencontrasse a confiança em sua capacidade. Obrigada mestre Telê! Obrigada por sua passagem no SPFC, no futebol e no mundo!
“É impossível alcançar a perfeição, mas é possível aproximar-se dela”. Telê Santana