Saudações tricolores!

Esta semana o grande assunto foi: a saída (ou não) de Luís Fabiano do time. Há argumentos pró e contra a saída do Fabuloso do SPFC. Vamos a alguns deles: 
Prós: 
1) O jogador custa muito ao clube. Pelo o que se sabe, o salário de Luís Fabiano é um dos maiores do SPFC, em torno de R$350 mil. O SPFC sempre tem um teto salarial que não ultrapassa, mas não há como negar que o salário do centro-avante é um dos mais altos do elenco; 
2) O jogador ficou fora de partidas decisivas ao SPFC. Também é fato que o camisa 9 ficou fora de jogos decisivos, sobretudo na Sul-Americana e Libertadores;
3) O jogador se machuca demais. Luís Fabiano já não é mais tão garoto assim e uma sequencia de jogos acaba desgastando a parte física do jogador, que acaba se contundindo; 
4) O jogador tem cabeça quente e é expulso, desfalcando o time. 
Juntando todos os argumentos acima, os defensores da saída de Luís Fabiano argumentam que um jogador caro, que fica fora por cartão ou contusão, desfalcando o time em partidas importantes, apresenta pouco custo-benefício ao clube. 
Contra: 
1) O jogador é um dos maiores artilheiros do SPFC; 
2) O jogador tem enorme identificação com a torcida e com o clube; 
3) O SPFC não tem substituto no elenco em sua posição; 
4) A diretoria está tentando forçar a saída do jogador, que não quer sair, mas por razões financeiras a diretoria força sua saída. 
Bem, sempre disse em minhas colunas que não sou fã do Luís Fabiano. Acho sim, um jogador diferenciado e capaz de fazer inúmeros gols. Importante ao time. Também não sou favorável o que a diretoria do SPFC vem fazendo, aliás a diretoria do SPFC ultimamente tem se mostrado completamente amadora. Só acho que um jogador que não custa barato ao time não poderia, jamais, ter ficado fora de jogos importantes como ele já ficou por causa de cartão ou suspensão. ‘Ah, mas a punição foi excessiva…’ Sim, foi, mas esta punição nem existiria se ele não tivesse ido tirar satisfação com o juiz ao término da partida. Para um jogador experiente como ele, que já esteve em Copa do Mundo, não pode se dar ao luxo de receber uma punição idiota assim. 
Em relação à identificação com o clube, concordo que realmente ele tem, só acho que dar declarações para a imprensa que ‘vai pensar melhor no futuro’, que ‘podia ter ido jogar em outro clube e estou aqui’, como ele já fez não ajudam em nada. Se tem identificação com o clube, ótimo. Não há necessidade destas declarações. 
Acho que a diretoria do SPFC tem sim é que pensar melhor. Se for trazer um outro substituto para o Luís Fabiano, que seja realmente alguém de nome no mercado. Aí realmente terá que vendê-lo pra sustentar um outro alto salário. No entanto, se for fazer como fez com a saída do Lucas, que não foi substituído nem perto do que ele é, então não tem porque vender. Não temos no elenco atual alguém para substituí-lo. 
Sou mais fã de atacantes como foram Luizão e Careca no SPFC, também com uma enorme identificação, também tinham lesões, mas não tinham todo um histórico de expulsões muito menos de punições ou de arrumar confusões dentro do campo. Os números de Luís Fabiano são incontestáveis, mas não tem como não olhar para este lado também, que é algo que sempre foi prejudicial na carreira dele. Infelizmente, acredito que isso tenha feito ele ir menos longe do que poderia ter ido. 
E pra finalizar, campanhas como ‘vou deixar de ser Sócio-Torcedor do SPFC se o Luís Fabiano sair’, como a que aconteceu no Twitter tempos atrás são pra mim patéticas. O clube SPFC não pode ser menor que nenhum jogador. Até mesmo o M1TO Rogério Ceni um dia vai parar. E o clube irá continuar. Se você é sócio-torcedor não é por causa de um jogador e sim pelo clube! Está na hora de rever alguns conceitos se você só ajuda o time devido a um jogador.
Saudações tricolores!
Thaís Paradella