Por: Carol Nader

O jogo começou com São Paulo se impondo e com o Galo tendo dificuldade de sair jogando.
Time estava bem marcado. Desta vez o Gaúcho mostrou que não foi nem pra brincar, nem pra jogar, nem pra nada. Aliás, ele foi?
Já o Lúcio, olha, mais 5 partidas como essa, tirando tudo que é bola, matando todas as jogadas e subindo pra cabecear, que da minha parte, está perdoado.

Foto: Terra 

Destaque da partida mais uma vez foi o Aloísio Boi Bandido (que levou uma pancada atrás da outra), em alguns momentos demonstrou sentir dores e mesmo assim não se abateu. Um verdadeiro gladiador. Cada dia que passa mostra mais futebol e mais garra. Substituído, saiu bravo do campo, para entrada de Rodolfo, já no segundo tempo, num momento em que o técnico parecia se contentar com o empate.
Agora, se no fantástico além da música tivesse também um minuto de silêncio, essa semana iria pro Douglas, num lance bisonho em que deu um carrinho no Lúcio (!?!).

Osvaldo perdeu um gol que até sua tia de cocóras faria (sem goleiro), mas tudo bem, porque ele é o Osvaldo e não o Ademilson.
Denílson expulso aos 17 do segundo tempo, por ter enfiado a mão na bola. A expulsão gerou alteração, saiu Lucas Evangelista para entrada de Wellington. Mesmo sem jogar os 90 minutos o menino foi bem na estréia, teve atuação discreta, porém firme. De quem sabe o peso da camisa mas não estremece com ela, nem diante do grito de que “caiu no horto tá morto”.

E mesmo com um a menos o Tricolor se manteve bem, segurou o empate, com direito a Mito Mitando no finalzinho da partida e a garra exalando até a hora do apito. Merecíamos ganhar. Mas o empate fora de casa, foi positivo.

Pra finalizar, não podia deixar de mencionar outro fato positivo desta semana, que foi a notícia de termos um técnico como o Muricy, de volta ao mercado. Respeito o trabalho do Ney e seus resultados, afinal, futebol se faz deles. Mas, se assim for os do discípulo do Mestre Telê são inquestionáveis. Dizer que é retranqueiro ou que não promove o futebol bonito, é legítimo, mas desprezar as conquistas, não. Eu fiquei feliz com a notícia.

É isso.
Vai Tricolor e vamos São Paulindos!!!