Por
Kelly Elias – @KellyEllias
Saudações
São Paulinas;
É
com muita alegria que comunico meu retorno ao SPL. E como dizem: o bom filho a
casa torna!
Hoje,
em minha coluna de reestreia, irei contar uma pouco sobre o nosso primeiro
goleiro. Presto aqui minha homenagem, já que no último dia 26 comemoramos o Dia
do Goleiro.
Quando
nós, São-paulinos, começamos a nos lembrar dos nossos principais goleiros
sempre vêm à mente nomes importantes como o de Rogério Ceni, Zetti, Waldir
Peres, Poy entre outros. Mas nenhum, ou pouquíssimos de nós irão se lembrar do
nosso primeiro goleiro.
Nestor
Almeida, nascido em 23 de fevereiro de 1907, em Santos, foi o primeiro jogador
a vestir a “camisa 1” São-paulina. Ele foi revelado pelo time Paulistano, e aos
23 anos fez sua estreia pelo nosso glorioso Tricolor (o São Paulo ainda se
chamava: São Paulo da Floresta) disputando sua primeira partida oficial pelo
clube que terminou em 0 a 0. Esse jogo aconteceu contra o Ypiranga no dia 16 de
março no campo da Floresta pelo Campeonato Paulista de 1930. Nesse dia tão
importante o São Paulo entrou em campo com o seguinte time: Nestor, Clodô,
Bartô, Boock, Zito, Alves, Luizinho, Milton, Friedenreich, Mário Seixas e
Zuanella. O técnico da época era Rubens Salles.
Nestor
sofreu seu primeiro gol no seu segundo jogo pelo clube. O São Paulo goleava o
Juventus por 5 a 0, quando Moacir marcou para a equipe do Juventus. O jogo foi
vencido pelo Tricolor por 6 a 1.
O
goleiro disputou 35 jogos, somando 21 vitórias, 11 empates e apenas três
derrotas. Quando completaria um ano no time, na partida contra o Palestra
Itália ( 1º de maio de 1931), Nestor se despediu dos gramados por conta de uma
grave lesão aos 24 anos de idade.
Uma
curiosidade: Além de Nestor ter sido o primeiro goleiro do nosso time, ele também
foi primeiro sócio-atleta São-paulino. Antigamente os jogadores precisavam
fazer parte do quadro de sócios para disputar competições oficiais.
Nestor,
o precursor de um passado glorioso do “camisa 1” do nosso Tricolor,
faleceu aos 85 anos no dia 3 de agosto de 1992, na capital paulista, pouco
depois da primeira conquista do clube na Copa Libertadores da América.
Kelly
Elias – São Paulina de Coração!