Por: Carol Nader

Resultado positivo na estréia do Brasileiro. Será isso um sinal para minha estréia aqui no blog? Prefiro acreditar que sim, da mesma forma que prefiro acreditar que os três pontos foram garantidos graças a nossa eficiência, e não a deficiência do adversário.

Globo.com

Jogada ensaiada entre Carleto e Lúcio com resultado positivo até agora pouco era algo inimaginável pra mim. Mas que bom, estava cansada de ver todo mundo fazendo gol de bola parada, menos a gente.

O Lúcio pode fazer até um gol por rodada durante todo o Brasileiro, que de minha parte, ainda não estará desculpado pela eliminação na Libertadores.

Sobre a participação do Carleto, tenho a dizer que ele e o Douglas no mesmo time, é demais pro coração de qualquer torcedor, pro de um apaixonado do tipo que escreve ou acompanha o blog então nem se fale, né?

Mas tudo bem porque afora isso (tudo), o objetivo foi atingido e os 3 pontos garantidos.
Luís Fabuloco e Osvaldo pouco apareceram no jogo. Ou pelo menos não como eu queria ou esperava, porém continuo acreditando que os gols de um, a velocidade e dinamismo de outro farão a diferença num campeonato de pontos corridos, é esperar pra ver.

Agora, não podia finalizar o post sem comentar (cornetar) a saída do menino Neymar Jr., craque formado nas categorias de base do jornalismo e do marketing esportivo, cuja tão esperada transação ficou pouco acima da metade dos valores alcançados pelo nosso saudoso Lucas. Seria Neymar Jr. o equivalente a um Lucas e meio ? Tá bom pra vocês?

E digo isso porque tratamos aqui de um clube de futebol e não de instituição financeira. O objetivo é manter a tradição e aumentar as glórias. História no futebol se escreve com títulos e não com transações milionárias.

Não fosse o senso de urgência do nosso presidente pelas cadeiras vermelhas, nem sua ganância por apostas – Caramelo (nas palavras do próprio, diferenciado por ter aprendido com o Roniery), Silvinho (bem no lance do pênalti de hoje e só) e outros mais, nossa história desde já poderia ser diferente. Mas não foi. E mimimi nenhum muda isso.

Da nossa parte é continuar torcendo e acreditando, sempre e apesar das circunstâncias (e do time formado com Douglas e mais dez).
Que venha agora o combalido Vasco da Gama.

É isso. Vai tricolor e Vamos São Paulindosssssssssss!