Por: Camila Mazin
 @CamilaMazin

Após o 8 de Março de 1857 ficou claro que a mulher não é apenas uma figurante na sociedade e que não aceita esse papel. Luta pós luta conquistou e ainda conquista o reconhecimento de sua importância no mundo.

Assim como aquelas mulheres que lutaram por seus direitos, nós do São Paulindas mostramos que lugar de mulher também é no esporte, também é no futebol, e combatemos esse preconceito de que futebol é só para homens. O quão agradável é ver um estádio repleto de mulheres. Quão bonito é ver uma menina falar de futebol com plena convicção do que diz e estar certa.

As mulheres conquistaram e não param de buscar seu lugar no esporte, seja como atletas ou jornalistas.

Para uma menina é mais fácil o despertar do interesse por uma boneca que pelo futebol, mas cada dia que passa e com exemplo como nós São Paulindas, as meninas juntam a boneca com a bola e mostram que é possível ser mulher, brincar de casinha e discutir um impedimento.

Quero parabenizar todas as São Paulindas que representam com grandiosidade o papel da mulher no futebol há quatro anos e quebram barreiras mostrando que lugar de mulher também é dentro dos estádios.