Por Roberta Nina – @robertanina

Em qual momento o time se perdeu? Quando foi que a equipe rachou? A partir de quando a cabeça de Ney Franco está a prêmio? Essas são as perguntas do momento.

Neste início de temporada, todas as piores cenas do meio futebolístico foram protagonistas no dia a dia do São Paulo: derrotas dolorosas, dirigente reclamando do time pra quem quisesse ouvir, jogador substituído fazendo cena, atacante sendo expulso após o jogo acabar, torcida fazendo manifesto no Morumbi, volante xingando torcedor no twitter e por aí vai… O fato é: TODOS ESTÃO LOUCOS!

Analiso tudo isso e convido vocês a refletirem sobre cada fato comigo:

Ponto 1: Como pode um dirigente ir para a imprensa e jogar caca no ventilador como fez João Paulo de Jesus Lopes? Não me digam que o cara não tem noção de gestão porque é mentira! Esse falatório desnecessário desestabiliza o time, o treinador e pilha a torcida. Este tipo de atitude só faz bem pro rival, no caso, pra rir da nossa cara, não acham?

Ponto 2: Até acho normal jogador se irritar ao ser substituído, mas PH Ganso e Lúcio não precisam disso. O primeiro porque até dias atrás estava todo troncho, machucado, sem ritmo de jogo e não tem o direito de pedir titularidade. O segundo porque é zagueiro campeão do mundo, é experiente e por isso mesmo deveria acatar a decisão do treinador sem ficar de bico, deitado no ônibus da delegação enquanto o time ainda estava em campo.

Ponto 3: Luís Fabiano, expulso de todas as formas, até mesmo quando o jogo acaba. Este é o nosso camisa 9, que custou milhões e que sempre nos abandona na hora H. Não foi a primeira e nem será a última vez, nem vamos perder tempo com esse tópico. Próximo…

Ponto 4: E a torcida, hein?! Berrando que Libertadores virou obrigação, como pode isso? Sério mesmo que um time que tem três títulos mundiais precisa tanto de uma Libertadores assim? Sério mesmo que um time limitado como aquele tem OBRIGAÇÃO de ganhar o torneio? Me expliquem como porque até agora eu não entendi o motivo de tanto desespero!

(Obs: Origação de ganhar essa Liberta tem o Galo, coitado. Este time sim, investiu os tubos em contratações, tem entrosamento e boa campanha e o mais triste de tudo: NUNCA ganhou a América! Pensem em quantas vezes vocês já levantaram essa taça, Tricolores, tudo isso em menos de 100 anos de clube. Reflitam!)

Ponto 5: Jogador que usa rede social pra dar “bom dia”, “boa tarde”, “boa noite” e “partiu CT”, tem que estar preparado pra ouvir os desabafos do torcedor. Se vai perder a linha, amigão, melhor nem abastecer perfil na internet.

Tudo fora do eixo, todo mundo desestabilizado e o treinador, coitado, que ouve groselha de todo lado, teve que falar mais grosso pra (tentar) botar ordem na casa e, sinceramente, o cara vai perder essa batalha.
Vai dançar porque tá na cara que o elenco tá de complô para derrubá-lo e, na boa, pra mim não existe atitude mais feia. A equipe vai colocar todo o trabalho e a importância da camisa de lado, aceitando as derrotas, só para “demitir” o técnico.

É triste constatar, mas a impressão que tenho é que tudo se inverteu e a nossa gestão de sucesso agora é realidade apenas do nosso rival. Não existe apenas um culpado em tanta confusão, todo o conjunto peca: diretoria, jogador e torcida. Enquanto cada um berrar uma coisa e não se equilibrar, nada vai andar.

#VamoooooooSãoPauloooooooo!



Sigam no twitter: @robertanina e @spfc1935

Créditos fotográficos: Fernando Dantas/Gazeta Press; Leandro Martins/Futura Press e Ale Cabral/Agência Lance