Antes de mais nada quero deixar claro que minha intenção com essa matéria não é causar conflito ou polêmica, apenas colocar em pauta algo que vem chamando a atenção de alguns torcedores e, por se tratar de alguém de renome, deve ser discutido.

O que fazer quando se tem um craque num time que joga muito bem sem ele?

Até agora o São Paulo realizou quatro partidas, duas delas pela Libertadores e as outras duas pelo Paulista. E o que chama a atenção é que Ganso teve oportunidade somente no Paulista. Sim, o craque que veio para revolucionar o meio de campo tricolor que sofreu muito ano passado, ficou de fora dos dois jogo iniciais da Libertadores, jogos importantíssimos que definiu o rumo do São Paulo no ano de 2013.

Quando o São Paulo jogou sem o Ganso, o time se mostrou ágil, com o toque de bola afinado e rápido. Com o craque o meio de campo perde um pouco a agilidade e fica mais “calculista”, mostra uma postura diferente, fica lento, o que pode ser muito perigoso. Com passes e jogadas rápidas, o adversário tem menos oportunidades de roubada de bola, e o meio de campo lento propicia isso.

A questão é que Ganso é craque. Seu potencial é indiscutível, mas está fazendo Ney Franco colocá-lo como segunda opção.

Pode ser que ainda seja cedo para pensar nisso, e que o segundo jogo pelo Paulista não deve ser levado com tanta consideração por ter tido muitos reservas. Mas alguém mudaria o time hoje, esse que jogou as duas partidas da Libertadores e se classificou? Complicado né. Eu sou daqueles que “em time que está ganhando não se mexe”, mas com Ganso no banco é de se pensar. E pensar muito.

Depois de muito sofrer com o meio de campo ano passado, parece que 2013 o Tricolor encontrou o caminho, mas até agora sem o craque do time.

Enfim, o final de semana está ai, e com ele chega o primeiro clássico do Tricolor no ano, e o adversário é o ex clube de Ganso. Ele e seu amigo Neymar fizeram uma aposta, quem perdesse o clássico pagaria o jantar. Que o Ganso seja o convidado!

Foto: Marcos Ribolli/globoesporte.com

#VamoSaopaulo

@CamilaMazin