Por Raiza Oliveira – @ra_iza

SPFC 3 x 0 Porcada rumo à série C na arq. laranja. Foto: Samara Roque

Saudações Tricolores! No dia 7 de setembro de 2011, eu tive minha primeira vez e contei aqui pra vocês. Agora tem outra sensação que o são-paulino já passou diversas vezes, mas tem sentido falta nos últimos anos e eu, sinto pela primeira vez. É a tal da ansiedade de uma decisão, com reais chances de conquista demonstradas pelo time. Essa  mesma sensação é ainda mais forte quando vamos presenciar esse momento no estádio, quando contamos os dias, as horas e até os minutos pra chegar a grande hora de partir para o Gigante de concreto. É essa sensação que sinto pela primeira vez. Hoje é a primeira vez que sinto o frio na barriga de contar as horas para a decisão do ano pro SPFC que poderei ver in loco.

A tremedeira involuntária e o pensamento distante – É HOJE! – começou na semana passada, com o final do 1 a 1 na quinta-feira. Mas ainda não tinha os ingressos, deixei pra comprar junto com a Samara, parceira de jogo, no domingo na bilheteria. Plano que mudou no sábado, quando foi anunciado que mais de 20 mil bilhetes já tinham sido vendidos, e até um dos setores estava esgotado só pelas vendas online. Aí começou a suadeira fria, porque poderíamos ficar sem – algo desastroso. As primeiras tentativas de comprar meia com o cartão do ST fracassaram. Todas as tentativas com o cartão de crédito idem, e o tempo ia passando… Enfim, conseguimos. Alívio. Mas a ansiedade só aumentou.
Pra quem não sabe, Samara e eu estudamos juntas. Quinta-feira, primeiro jogo da semi-final, tivemos também o primeiro dia de uma semana de provas, que termina hoje. HOJE. Pra deixar tudo mais “fácil”, peguei uma gripe que me derrubou, literalmente. Com tudo dando tão “certo”, qual a possibilidade do São Paulo me decepcionar?
Tudo tem valido a pena pelo Tricolor e não é pela boa fase. Ter faltado à aula pra vê-lo na semi da Copa do Brasil contra o Coxa, chorar com o gol sofrido do Lucas, faltado outra vez pra vê-lo num singelo SP x Atl-GO e passar frio e fome, fazer hoje a prova às pressas e ir pro estádio de metrô e ônibus e encarar uma fila de uns 20 mil (?) que ainda estarão chegando… eu só não sei explicar.
 É cantar o tempo todo até o que me resta de voz acabar. Voltaremos classificados.
#VAILÁDECORAÇÃO