Por Jaque Amaral – @_jaqueamaral .
O menino Lucas é mesmo um menino de ouro. Disso ninguém tem dúvidas. Mas não por sua transferência milionária, ou algo do tipo. O que ele é, dinheiro nenhum compra. Estou falando dele como pessoa, como ser humano. Seu futebol evolui, seu sucesso só aumenta, suas conquistas, seu reconhecimento…mas ele continua o mesmo de sempre. É preciso muito mais que bom futebol para chegar aonde ele chegou, é preciso humildade. Coisa um tanto difícil nos dias atuais.
Nessa última sexta-feira (9), o nosso camisa 7 foi o convidado do programa Jogo Aberto, da Band, e recebeu algumas homenagens. Alguns companheiros de elenco, falaram um pouco sobre o Lucas e desejaram sorte em sua ida ao PSG. Entre esses companheiros, Rogério Ceni, Luís Fabiano e Jadson. E para quem viu, nosso craque não conteve as lágrimas. (Nem eu, chorei junto). E com toda sua humildade, Lucas revelou que, ao ouvir o depoimento dos companheiros, passa um filme em sua cabeça, de tudo o que ele já teve que passar na vida, todas as dificuldades, momentos difíceis que teve, para chegar aonde chegou. Dá para se emocionar fácil…mas também tem momentos irreverentes, principalmente quando Fabuloso e Jadson falam sobre o jogador e sua mania de dar apelidos. 
Em seu depoimento, Rogério afirmou: “Tive prazer de trabalhar com as três grandes revelações do São Paulo nas últimas três décadas: Denilson, Kaká e Lucas”. Se o capitão falou, tá falado!!!
Ele é o que é. Sem vestir nenhuma máscara ou encenar. Ele ama o São Paulo, e sempre representou muito bem essa camisa. No programa, o atleta ainda contou que, após ser vendido para o PSG, sua responsabilidade só aumentou. O São Paulo foi o clube que acreditou nele e o projetou em sua carreira. E ele quer muito conquistar um título com o Tricolor, antes de partir. Enquanto vestir essa camisa, vai correr atrás, vai dar tudo de sí. E não é a toa, que ele é tão querido pela torcida, né?! Merece!
É…Lucas já está deixando saudades. Não apenas para quem convive, mas para toda uma nação. Mas não vou entrar em clima de despedida, assim como o próprio Lucas afirmou, ainda falta um tempo para isso! 
Só queria deixar registrado, que cada palavra que ele recebeu, foi mais do que merecida. Ele é um garoto diferenciado e conquistou tudo com seu coração e seu futebol. E no Jogo Aberto, a emoção falou mais forte. Uma homenagem justa e que só mostra o quanto de competência, disciplina, humildade e amor pelo que faz, ele tem. Calma, Lucas! Ainda tem muito mais emoção pela frente!
Saudações Tricolores e até o próximo sábado!
Sigam no twitter:
@_jaqueamaral
@SPFC1935