Por Camis Carvalho – @camisspfc
      Já faz dias que a mídia vem relatando os fatos que envolvem o interesse do São Paulo no meia Paulo Henrique Ganso, do Santos. Mas as especulações estão gerando uma grande polêmica envolvendo os dirigentes tricolores, os dirigentes santistas e até mesmo a torcida do Santos. 
       Segundo informações divulgadas pela imprensa, o atleta teria explicitado em reunião com os dirigentes santistas sua vontade de deixar o clube, bem como se transferir para o São Paulo, além de declarar publicamente que “adoraria defender o São Paulo”. Essa postura irritou os torcedores santistas, que não gritam mais o nome do meia nas partidas, além de chamá-lo de mercenário e jogar moedas no jogador, como forma de protesto. 

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
       Já a insatisfação dos dirigentes santistas se tornou pública através do presidente do clube, Luis Álvaro de Oliveira, que se mostrou extremamente irritado com a sondagem do São Paulo, acusando o time, inclusive, de aliciamento do jogador. Luis Álvaro afirmou que o o Tricolor está sendo anti-ético, e até ameaçou levar o caso à FIFA, esquecendo-se que a entidade não trata de assuntos envolvendo times de um mesmo país, apenas internacionais.
        Do lado Tricolor, a ordem é sigilo total. A diretoria não vai mais se manifestar até que o caso tenha um desfecho definido. 
     Se o São Paulo voltará ou não a fazer alguma proposta pelo jogador, não se sabe. Mas eu sou totalmente contra oferecer uma proposta ainda maior do que já foi oferecido, que, aliás, já achei exorbitante para os padrões brasileiros. Não estou desmerecendo o Ganso, até porque é um excelente jogador e isso é incontestável; mas não acho que um meia é nossa maior urgência, nem que PHG seja o jogador ideal para o São Paulo. 
     Na minha modesta opinião, pega muito mal um jogador se portar dessa forma com o clube que o projetou, e não acho difícil que no futuro ele venha a agir com ingratidão com o São Paulo também, numa situação hipotética. Mas isso é o de menos. O elenco atual, apesar de estar bem longe de ser perfeito, vem mostrando competitividade e espírito de superação, e por isso não é essencial uma contratação tão onerosa a essa altura do campeonato.
       Acredito que com os recursos da venda do Lucas, ao final da temporada o São Paulo poderá pensar em reforços ainda mais produtivos e que realmente mudariam a cara do clube. Os torcedores se dividem: alguns falam em Kaká, que também está insatisfeito no Real Madrid, outros sonham mais alto. Eu confesso que, se pudesse escolher, certamente traria Dios Lugano de volta. Além de achar nossa zaga muito mais deficiente do que o meio campo, a volta de um grande ídolo como o uruguaio, traria vida nova ao elenco e principalmente à torcida, por ser um sonho antigo de todos nós.
       Mas como não temos esse poder, o jeito é esperar o desfecho dessa novela interminável e cansativa, e torcer para que o Tricolor tome a melhor decisão. 
       E vocês, que jogadores trariam para o São Paulo? Comentem e dêem seus pitacos também!
       Avante, Tricolor!