Por Jaque Amaral – @_jaqueamaral .

Muitos dizem que o SPFC é o clube mais querido. Nós, torcedores do Maior do mundo, principalmente. Claro, é o nosso clube amado. Mas o que muitos podem não saber, é que o título de “o mais querido” não é algo que nós são-paulinos inventamos. E sim, o resultado da ovação pública, e posteriormente, de um concurso.
Na inauguração do estádio do Pacaembu, dia 27 de abril de 1940, o futebol paulista obteve uma grande visibilidade. O Pacaembu era, até então, o maior e mais moderno estádio da América Latina, com capacidade para 70 mil torcedores. O que fez com que o eixo do futebol, passasse a ser em São Paulo, não mais no Rio de Janeiro. 
Muitas autoridades marcaram presença nas tribunas de honra, entre elas, Getúlio Vargas, presidente da República, por quem os paulistas tinham verdadeira negação. Naquela época, eram proibidas ostentações das bandeiras estaduais. Fruto da ditadura, da era Vargas.
Nesse evento de inauguração, aconteceu o desfile das delegações, onde, dos clubes da cidade de São Paulo, a equipe do Corinthians e Palestra Itália foram os primeiros. E foram ovacionados, por suas respectivas torcidas. Mas quando a delegação do São Paulo entrou, foi um verdadeiro show de aplausos ao clube que carregava (e ainda carrega) o nome e as cores da cidade. E o apoio ao Tricolor vinha de toda parte! De todas as camadas populares, de todos os setores do estádio. Era uma resposta do público ao presidente Getúlio Vargas, odiado em São Paulo, por motivos diversos. E todos gritavam: São Paulo, São Paulo, São Paulo! – e apontavam na direção da tribuna de honra, onde estava o presidente Getúlio Vargas.
No dia seguinte, o jornal A Gazeta Esportiva estampou em sua capa, a manchete “O Clube Mais Querido da Cidade”. Algum tempo depois, o DEIP — Departamento Estadual de Imprensa e Propaganda — promoveu um concurso público entre torcedores de todos os clube da época, para saber quem de fato, era o clube mais querido. Mesmo não sendo um dos favoritos, por não possuir a maior torcida – como Corinthians e Palestra Itália – o vencedor foi o nosso São Paulo, com 5.523 votos, o dobro dos concorrentes.
Até isso, o Tricolor conquistou! E é, oficialmente, o “O clube mais querido”, com direito a troféu!
Saudações tricolores, e até sábado que vem!!!