Por Jaque Amaral – @_jaqueamaral .

Há muito tempo atrás, no ano de 1894, Charles Miller, trouxe a primeira bola a rolar nos gramados brasileiros. A bola de capotão, que é de cor marrom, utilizava matéria-prima de origem animal. Era feita de couro curtido (capa de couro e costura por fora) e a câmara de ar era uma bexiga de boi. Bom, ainda bem que as coisas evoluíram…não é mesmo?!
E para quem não sabe, a bola branca é, na verdade, bem Tricolor. Graças ao “Seo Joaquim” (Joaquim Simões Gomes), funcionário do São Paulo desde os tempos da Floresta. Ele, havia cansado de correr atrás das bolas que caiam na Floresta, e que ficavam perdidas, pois ele não as encontrava (exatamente por serem de cor marrom). Então, teve a genial ideia de pintar as bolas de branco.  Com tinta comum mesmo. Para melhor visualiza-las e identifica-las. Principalmente, por haver partidas noturnas.
Seu trabalho foi tão bom, que recebeu encomendas até do River Plate! É considerada a primeira bola branca do mundo. E somente a partir de 1951, as bolas brancas passaram a ser utilizadas com regularidade,  com vistas a uma melhor identificação nas transmissões televisivas. 
Uma invenção dessa, de branca só tem a cor, porque é bem TRICOLOR! E aí, quem curtiu essa curiosidade do São Paulo? 
Saudações tricolores, e até sábado que vem!!!