Por Raiza Oliveira – @ra_iza
 Salve, Tricolores!
Este ano comemoramos 20 anos da nossa primeira conquista do Mundial, feito realizado em 1992 sobre o Barcelona e que rendeu ao time atual até uniforme comemorativo. Mas este ano foi muito mais que especial pro Tricolor, pois não foi o único título que levamos – além da incontestável Libertadores da América que nos apresentava como potência do futebol à América do Sul, e posteriormente ao mundo. Também nos colocou como carrasco de espanhóis. A primeira grande vítima foi o Real Madrid.

Antes do confronto contra o Cádiz: Dinho, Zetti, Lula, Macedo, Ronaldão e Marcos;Palhinha, Pintado, Válber, Maurício e Müller (Adílson, Elivélton e Vítor não aparecem). Foto: SPFCpédia
Assim que vencemos a Libertadores, o time foi convidado a disputar vários torneios de verão na Europa – que não são “Mundiais” como alguns clubes consideram – e um deles foi o Troféu Ramón de Carranza, realizado em Cádiz, na Espanha, e idealizado pelo Cadiz, o time local. (Fonte: SPFCpédia)

Mas pobre espanhol que achou que o São Paulo seria apenas um coadjuvante no velho continente… depois de fazer impetuosos 4×1 “apenas” no Barcelona em La Coruña, o Tricolor aplicou um sonoro 4×0 no rival Real Madrid! Jogo que sagrou o São Paulo campeão do torneio e tornou o Maior do Mundo ainda maior.

E as fichas dos jogos do SPFC pelo torneio:

28.08.1992 Troféo Ramón de Carranza 1992
Cádiz (ESP) Estádio Ramón de Carranza
CÁDIZ Club de Fútbol (Espanha) 0 X 2 SÃO PAULO Futebol Clube (Brasil)

Zetti; Vítor, Adílson, Ronaldão e Ivan; Pintado, Dinho, Palhinha e Raí; Müller e Elivélton.

Técnico: Telê Santana.
Gols: Palhinha e Raí.
Árbitro: Desconhecido.
Não houve jogador do SPFC expulso nessa partida.
Renda: Desconhecida.
Público: Desconhecido.

28.08.1992 Troféo Ramón de Carranza 1992
Cádiz (ESP) Estádio Ramón de Carranza
REAL MADRID Club de Fútbol (Espanha) 0 X 4 SÃO PAULO Futebol Clube (Brasil)

SPFC: Zetti (Marcos); Vítor, Adílson, Ronaldão (Válber) e Ivan; Pintado (Suélio), Dinho, Palhinha e Raí (Maurício); Müller e Elivélton. Técnico: Telê Santana.

REAL: Juanmi; Chendo, Lasa, F. Hierro (Nando), Villarroya, Milla, Toril, Aragón, Zamorano, Prosinecki (L. Enrique), P. Llorente (Alfonso). Técnico: Benito Floro.

Gols: Elivélton, Raí e Müller (2)
Árbitro: Manuel Días Vega (Espanha)
Não houve jogador do SPFC expulso nessa partida.
Renda: Desconhecida.
Público: Desconhecido.

(No Calendário Tricolor consta a data do jogo 29/08, e no SPFCPédia, 28)
Mais uma partida fazendo os merengues de fregueses: até hoje, os espanhóis nunca venceram o gigante do Morumbi.

Veja os gols da partida:

                                                                                    (UniversoTricolor – Borges)

#VAILÁDECORAÇÃO