Parece que as turbulências não terão um fim tão cedo. Quando temos a chance de nos empolgar e acreditar numa reviravolta, algo acontece e faz com que nossas esperanças percam o fôlego.

Não dá pra acreditar que o São Paulo FC, um dos maiores clube do país, referência para muitos profissionais e que sempre foi exemplo de um clube organizado e bem planejado esteja passando por essa fase conturbada, não digo crise, mas acontecimentos que diminuem, de certa forma, a grandeza do clube.

Foto: Agência Estado/globoesporte.com

Até agora fomos meros espectadores das grandes conquistas dos nossos rivais diretos. Coadjuvantes de campeonatos nos quais tínhamos excelência. Assunto principal quando a questão é saída de treinador, diretoria, baixo rendimento.

Às vezes é possível acreditar que o fim do jejum de títulos esteja próximo. Em uma semana temos um time maravilhoso em campo. Que corre, briga, busca a vitória, mostra vontade. Jogadores empolgados e dispostos a tudo quando estão jogando. Mas na semana seguinte tudo isso desaparece, e o que vemos é um time desmotivado, desarrumado e sem vontade.

O São Paulo não tem uma sequência de bons jogos. Mas como exigir isso se os próprios jogadores e técnico não dão continuidade ao que estava certo e rendendo vitórias.

Muita coisa deve ser mudada, e estamos cansados de saber que a mudança deve ocorrer primeiramente lá em cima, com quem comanda o clube. Mas isso não pode ser motivo para desistirmos. Devemos acreditar sempre, mesmo quando tudo indica que esse será mais um ano difícil.