Por Jaque Amaral – @_jaqueamaral .

Sempre está se destacando. Seja por suas arrancadas, sua jogada individual, seja por suas participações nas jogadas que levam aos gols feitos pelo SPFC, seja por seus próprios gols. 
Ele, foi o grande responsável por ser a “salvação” do jogo desta quinta-feira (14), onde o Tricolor venceu por 1×0 o Coritiba, no jogo de ida, que vale vaga na final da Copa do Brasil. E a “salvação” não apenas por dar a vitória para nosso clube amado, sim, é muito importante essa vantagem. Mas neste caso, digamos que “salvou”, mas para muitos não, a ida ao Morumbi. 
(Foto: Lancenet)
O torcedor encheu a casa. E esperava muito mais do elenco tricolor. O jogo foi de tensão e muita frustração. Não adianta pedir para o torcedor encher a casa, e fazer um jogo daquele. É claro, todos se esforçaram muito. Mas esperamos sempre mais, daqueles que estão ali para mostrar bom futebol e honrar a camisa tricolor. Camisa e clube que amamos tanto!
E em um jogo que envolveu tanta ansiedade e expectativa, principalmente por ser um título inédito no clube, em todas as jogadas que apareceu, o Lucas se destacou. Até que o resultado veio. No fim, mas veio. E ele ficou tão feliz, quanto nós!
E o menino Lucas, tem essa qualidade. Não é a primeira vez que ele mata a bola e decide o jogo. Já fez isso outras vezes. Dos oito gols em 2012, cinco são considerados decisivos. O meia sempre ressalta que, o mérito é de toda equipe. Sem dúvidas. Mas essa equipe tem muito o que aprender com essa raça toda. Desse que é um menino que ainda tem muito a aprender, e está disposto a crescer profissionalmente, mostrando seu bom futebol, que as vezes fica apagado, é verdade, mas quando é pra brilhar, não deixa a desejar. É certeiro! Esse é o Lucas que queremos ver: de talento e decisão!
(Foto: Daiane Martinez/SPFC1935)