Nação Tricolor,

A semana foi pesada e os últimos acontecimentos decretaram uma bela de uma crise no Tricolor Paulista. Vamos analisá-los:

Luis Fabiano e o cartão amarelo 

Quando fez aquela falta desnecessária e ficou de mimimi, reclamando do juiz no jogo contra o Bragantino, nosso camisa 9 prejudicou o time. Precisávamos dele contra o Santos e sua cabeça quente falou mais alto.
Foi suspenso, não jogou a semi final e ainda ficou chorando a falta feita. O cartão foi merecidíssimo, não tinha por quê fazer tanto auê.
Aliás, isso é o que mais ele tem feito ultimamente: AUÊ! Reclama de falta toda hora e da arbitragem. Jogar bola no momento decisivo que é bom…

São Paulo 1×3 Santos

Perder para o Santos foi absolutamente normal. O time jogou bem, foi pra cima de um dos melhores time do Brasil, mas não foi feliz. As falhas foram individuais e o time da Vila saiu vitorioso por que tem em seu elenco um tal de Neymar, capaz de desequilibrar qualquer resultado. Tirando o fator Neymar, Santos e São Paulo são times parelhos, tanto é que ganhamos deles no primeiro turno jogando com um a menos.

Na semi do Paulista, Paulo Miranda falhou nos dois primeiros gols do Santos. Na primeira oportunidade, fez um pênalti aos cinco minutos de jogo e na segunda vez perdeu na corrida para o atacante santista. O terceiro gol foi falha do Dênis.

Nosso zagueiro já mostrava deficiência contra equipes pequenas, mas só foram reparar que ele não era bom de fato contra o Santos.
Afastaram o cara do time como se ele fosse o maior culpado pela derrota. Claro que teve parcela de culpa, mas pera lá, são 11 jogadores em campo, a equipe toda tem que se doar, não é mesmo? Eu acho que mais culpado que o Paulo Miranda é a pessoa que o contratou, isso sim!

Afastamento do zagueiro horas antes do jogo contra a Ponte Preta 

Estava decretada a lambança! Tiraram o cara da concentração e o afastaram do time não com o intuito de puni-lo, mas sim para preservá-lo. Aham, e a gente é besta!
Atitude precipitada e ditadora, eu diria. A diretoria interferiu na escalação do técnico Emerson Leão e pior, criou um clima péssimo no elenco que estava começando a mostrar união.
Um racha como esse é fatal e a resposta veio no jogo contra a Ponte…

São Paulo 0x1 Ponte Preta 

Quando o SP entrou em campo, a mídia já dava como certa a demissão do técnico Leão. O primeiro tempo foi equilibrado e a Ponte deu trabalho para nós. A segunda etapa foi medíocre. Não se criou nada, não se chegou ao gol e para pior a situação, a Macaca fez sua parte. Derrota, falatório, crise e incerteza.

Será que conseguiremos reverter o placar na quinta-feira, dentro do Morumbi? Será que conseguiremos vencer a Copa do Brasil? Temos time para isso? A dúvida existe, mas nós, torcedores, vamos acreditar sempre.



#Vamo São Pauloooooooooooooooooo
Sigam no twitter: @robertanina e @spfc1935

Créditos fotográficos: Wander Roberto e Luiz Pires / VIPCOMM